quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Mercedes aprimora sistema de tração integral


Mercedes-Benz GLK 350 4Matic: Tecnologia é destinada a modelos com motor frontal transversal
Helder Lima

A partir de 2013, a Mercedes-Benz oferecerá uma nova versão do sistema 4MATIC de tração integral com distribuição integral de torque variável. Esse novo desenvolvimento é baseado na arquitetura de tração dianteira com motores transversais.

Mercedes Benz CLS 500 4matic
A tecnologia proporciona reserva de força de tração e desempenho ágil, acompanhados de segurança dinâmica e eficiência energética.

CLA 45 AMG, que será lançado no ano que vem, faz teste do
sistema de tração em pista molhada: maior confiança
O novo sistema irá complementar as quatro novas versões com tração integral que estavam disponíveis até o momento. Ele irá permitir a adequação da tecnologia 4x4 a todas as categorias de veículos: do CLA e dos modelos das Classes C, E, S, CLS e CL a uma abrangente gama de utilitários esportivos e veículos todo-terreno que inclui as Classes GLK, M, GL e G. 

O novo sistema também incrementa o prazer ao dirigir do especialmente dinâmico CLA 45 AMG que, assim como o modelo de produção normal, será lançado em 2013. O CLA é oferecido com motores turbo de alto torque e até 211 cv de potência, suspensão esportiva e o novo sistema de tração.

Os componentes mais inovadores do novo sistema 4MATIC incluem a saída de força para o eixo traseiro integrada à transmissão automatizada 7G-DCT de dupla embreagem e o diferencial do eixo traseiro com uma embreagem multidiscos controlada por sistema eletro-hidráulico.

Essa configuração permite a transmissão variável do torque entre os eixos dianteiro e traseiro de forma integral. Entre os benefícios adicionais deste design estão o menor peso do sistema, comparado aos concorrentes, e alta eficiência.

A tração integral 4MATIC é um projeto inteiramente novo, adequado às necessidades dos novos modelos com tração dianteira.

Perspectiva em corte mostra componentes do sistema de tração que distribui a força conforme a aderência das rodas

Condição da pista pode ativar recurso

O sistema de tração integral é ativado de acordo com um princípio básico: “sempre que necessário e o menos possível”. Isso significa que, sempre que as condições de utilização permitirem, os modelos com tração integral irão funcionar quase exclusivamente no modo econômico de tração dianteira. 

Assim que as condições de direção exigirem, porém, o torque propulsivo será dirigido da forma necessária para o eixo traseiro. O processo inverso acontece rapidamente e da mesma maneira: assim que a tração traseira não for mais necessária – por exemplo, em caso de frenagens extremas com intervenção do ABS – o trem de força traseiro é desativado e seu torque é reduzido a zero.

Caso o veículo saia de frente ou de traseira de forma acentuada sob carga, o torque é dirigido primordialmente para ajudar a estabilizar o carro. Apenas se essas medidas não surtirem efeito haverá intervenção de outros sistemas de controle adaptados às condições da 4MATIC, como o ESP ou 4ETS.




Baú de fibra aumenta gama da picape Montana

Chevrolet desenvolve versão para pequenas empresas e clientes frotistas

Helder Lima

A Chevrolet lançou uma nova versão da picape Montana para atender aos clientes empresariais. Chamado de ‘Combo’, o veículo traz baú de fibra de vidro aplicado sobre a caçamba original, com capacidade volumétrica de 3,3 metros cúbicos. A capacidade de carga é de 758 quilos.


A nova versão é voltada a pequenas empresas e clientes frotistas. A exemplo do modelo com caçamba aberta, a Montana Combo é equipada com o motor 1.4 Econo.Flex, que faz uso de um sistema de gerenciamento eletrônico e desenvolve potência de 102 cv a 6.000 rpm e 13,5 kgfm a 3.200 rpm, quando abastecida com etanol, e 97 cv e 13,2 kgfm a 3.200 rpm, com gasolina. 
Com o acessório de fibra desenvolvido pela fábrica, a picape
compacta pode abrigar 3,3 metros cúbicos de volume

Oferecida na versão LS, cor branca, a Montana Combo oferece três diferentes configurações: R6W, R6X e  R6V. A primeira apresenta como itens de série: protetor de caçamba, banco do motorista com ajuste de altura, aquecedor com display digital, roda de aço 14 polegadas e pneus 175/70 R14 com calotas integrais.


A configuração R6X, por sua vez, oferece os itens da anterior e mais direção hidráulica, coluna de direção com regulagem de altura, computador de bordo, barra de proteção do vidro traseiro e antena externa, além de rodas de aço 15 polegadas.

Por fim, a R6V dispõe de todos os itens da configuração R6X, além de: ar-condicionado com display digital, banco do passageiro rebatível, rádio AM/FM estéreo com MP3/WMA player, Bluetooth, reconhecimento de voz e discagem automática do celular, leitor USB e entrada auxiliar frontal, vidros elétricos com sistema tipo “um toque” para descida e subida, dispositivo anti-esmagamento e sistema de alívio de pressão interna, travas elétricas e alarme antifurto.


Procon-SP manda marca regularizar recall

Helder Lima

A Fundação Procon-SP notificou a Chevrolet para regularizar o comunicado de recall dos modelos Agile e Montana 2013, divulgado na imprensa na última terça-feira. No texto, a empresa não especificava os potenciais riscos e implicações que oferece à saúde e segurança dos consumidores.

No comunicado, a empresa informava que os veículos identificados apresentam uma não conformidade na fabricação da tubulação de alimentação de combustível que danificou a superfície interna do tubo. Em conseqüência desse defeito há risco de vazamento de combustível com possibilidade de incêndio no compartimento do motor.


Os veículos envolvidos são: 


Chevrolet Agile 2013 – data de fabricação de 4 de outubro a 23 de novembro de 2012 – número de chassi de DR141160 a DR175496.

Chevrolet Montana 2013 – data de fabricação de 19 de setembro a 23 de novembro de 2012 – número de chassi de DB152440 a DB205070.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Honda VFR 1200X Crosstourer: modelo todo-terreno chega por R$ 79,9 mil


Helder Lima

A Honda VFR 1200X Crosstourer chega ao mercado nacional pelo preço sugerido de R$ 79,9 mil. Representante da categoria que a montadora chama de Big On Off Touring, o modelo pretende atrair motociclistas que buscam um veículo para uso misto ou trajetos de longa distância com desempenho, segurança e pilotagem prazerosa.

Entre os atributos dessa moto está o motor V4 de 1.236,7 cm3, equipando pela primeira vez uma motocicleta de vocação aventureira. Compacto e eficiente, o motor assegura excelente desempenho e potência.


Outro diferencial é o sistema de transmissão eletrônica de dupla embreagem DCT (Dual Clutch Transmission), oferecendo condução por controle manual ou totalmente automático. 
O modelo é equipado ainda com sistema de controle de tração que, aliado com os freios C-ABS, permite uma pilotagem segura em qualquer terreno.

O propulsor V4 desenvolve potência máxima de 129,2 cv a 7.750 rpm, e torque de 12,8 kgfm a 6.500 rpm. O propulsor foi desenvolvido para entregar potência em baixa e média rotação, além de ter excelente torque.

Além disso, recebe tecnologia que utiliza apenas um comando de válvula por cabeçote, ao invés de dois. As válvulas de admissão são acionadas por cames (ou ressaltos) e as válvulas de escape por balancis roletados, objetivando compactação e redução de peso do motor.

O modelo é alimentado por sistema de injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection). A VFR 1200X conta ainda com compacto e avançado sistema de transmissão eletrônica de dupla embreagem, oferecendo o mesmo prazer de condução de uma transmissão manual, mas com a conveniência de uma caixa automática.


Design explora estilo imponente e agressivo

O design do modelo da Honda foi inspirado na linha VFR e transmite um estilo imponente e agressivo. Na parte frontal o destaque está no conjunto para-brisa e óptico com faróis sobrepostos. Outro ponto de destaque são os piscas equipados com LED, que proporcionam melhor visibilidade na sinalização noturna.

O velocímetro é totalmente digital em tela de LCD. Dos lados estão os indicadores de combustível e da temperatura do motor. O painel conta ainda com informações sobre rotação do motor, hodômetro, consumo de combustível (instantâneo e médio), relógio e utilização do sistema de dupla embreagem.


Equipada com um conjunto de freios encontrados nos modelos superesportivos, a VFR 1200X Crosstourer dispõe de disco duplo de 310 mm na dianteira, e na traseira, disco simples de 276 mm. Combinado com o moderno sistema Combined ABS (C-ABS), o conjunto garante equilíbrio de frenagem entre a dianteira e a traseira, e contribui para a pilotagem em centros urbanos ou estradas.


Iveco inicia a produção do novo Stralis Hi-Way na sua fábrica de Sete Lagoas, MG



A Iveco iniciou este mês, na sua fábrica de pesados em Sete Lagoas, MG, a produção do novo Iveco Stralis Hi-Way.  A primeira unidade saiu da linha de montagem nesta quinta-feira, dia 20 de dezembro, e o produto estará disponível para vendas já no primeiro trimestre do próximo ano. Eleito o Caminhão do Ano 2013 na Europa, o extrapesado é o primeiro veículo da empresa a ser lançado simultaneamente no ?velho mundo? e no Brasil. De acordo com o presidente da Iveco Latin America, Marco Mazzu, “o Stralis Hi-Way é um produto Premium que, além de oferecer o melhor custo operacional do seu segmento, reúne uma série de atributos tecnológicos e de conforto que o tornam,  seguramente, um dos caminhões mais desejados do mercado brasileiro”.


O Iveco Stralis Hi-Way chega ao Brasil em três versões (440, 480 e 560) e vai complementar a nova linha Stralis Ecoline lançada no último mês de setembro. Entre as principais características do novo veículo estão a nova cabine com design totalmente renovado, o restyling externo desenhado para melhorar ainda mais a performance aerodinâmica e, consequentemente, o desempenho e a eficácia do produto, os novos sistemas eletrônicos e o novo motor FPT Cursor 13 de 560 cavalos, que equipará a versão mais completa da nova gama.

De acordo com o diretor da plataforma de veículos pesados da Iveco Latin America, o engenheiro Marcello Motta, “toda a tecnologia embarcada no Stralis Hi-Way trará aos clientes uma série de ganhos em todas as áreas. Do ponto de vista de economia de combustível, por exemplo, enquanto o Stralis Ecoline já representava uma redução de até 7,5% no consumo de diesel em relação aos veículos da geração anterior, o novo Stralis Hi-Way traz um ganho adicional de 3,1%. Além disso, o caminhão tem custo de manutenção até 5% menor e ainda traz o melhor sistema de freio motor do segmento, o que aumenta de forma significativa a performance  do produto na estrada”, completa. 

Toda esta tecnologia está sendo produzida em uma das mais novas fábricas de caminhões do País. Com o sistema produtivo regido pelo WCM (World Class Manufacturing), todas as etapas industriais do Stralis Hi-Way, desde os processos de funilaria e pintura das cabines, passando pelo processo de montagem dos chassis, até a montagem final e testes, são rigorosamente controladas do ponto de vista de qualidade.

“Todas as operações chave do processo são controladas por sistemas à prova de erros, também conhecidos como Error Proofings ou Poka Yokes, que garantem a máxima confiabilidade industrial”, explica Maurizio Emo, diretor industrial da fábrica de Sete Lagoas. Outro ponto de destaque no processo produtivo do Stralis Hi-Way é a produção personalizada de cada caminhão. “Os operadores recebem em seu posto de trabalho apenas o kit necessário para a montagem de cada produto, eliminando assim o excesso de caixas de peças na produção. Assim o processo fica mais enxuto, seguro e preciso, garantindo ao cliente a entrega de um caminhão que possa superar suas expectativas em termos de qualidade e rentabilidade”, explica.

Fonte: Iveco do Brasil / MM Editorial





Volkswagen Novo Gol é eleito o "Automóvel Mercosul" 2013


Lançado em julho deste ano, o Novo Gol passou a contar com design mundial da marca
O Volkswagen Novo Gol foi eleito o “Automóvel Mercosul” no Prêmio Mercosul 2013 da Associação Mercosul da Imprensa de Carros (Americar). Modelo mais vendido no mercado brasileiro há praticamente 26 anos consecutivos, o Gol – que é também o veículo mais produzido e exportado da história da indústria automobilística brasileira – conquistou o primeiro lugar na sua categoria com 33,3% dos votos dos jornalistas.


Em sua primeira edição, a premiação (que ocorrerá uma vez por ano) contou com a participação de jornalistas do Brasil (somente representantes dos Estados os quais possuem fábricas de veículos ou de componentes, mas das próprias montadoras), além de profissionais de Imprensa da Argentina, do Uruguai, do Paraguai, da Venezuela, da Colômbia e do Chile.


Esses cerca de 30 profissionais escolheram os melhores modelos de 2013 no Mercosul, nos segmentos de Automóveis, Picapes, Utilitários Esportivos (SUVs) e Importados, distinguindo os modelos que mais se destacaram ao longo do ano, seja em design, tecnologia, segurança, desempenho, economia, inovação, conforto, preocupação ambiental e volume de vendas.

Como forma de integração, a cerimônia anual para entrega das premiações será feita em forma de rodízio em todos os países participantes do Prêmio Automotivo Mercosul.


O melhor Gol que você já viu

Lançado em julho deste ano, o Novo Gol passou a contar com design mundial da marca e mais inovação tecnológica, além de recursos que o tornam um dos modelos mais atraentes e avançados nos segmentos de mercado em que atua. A nova linha também está trouxe evolução em sua motorização 1.0l, e novos equipamentos de série.

Além disso, o Novo Gol recebeu uma arquitetura eletrônica completamente nova, uma das mais avançadas e complexas de sua categoria. Esse novo “esqueleto” eletrônico possibilitou a instalação de vários equipamentos inéditos em seu segmento. Entre eles estão o “Comfort Blinker” e o sistema ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência), herdado dos veículos alemães mais sofisticados do mercado.

Pela primeira vez na história do modelo, o Novo Gol pode ser equipado com o pacote de equipamentos BlueMotion Technology. Desenvolvido com base no conceito BlueMotion Technologies, o novo pacote faz o Novo Gol consumir menos combustível.


Exportação

A Volkswagen do Brasil exporta atualmente para cerca de 20 países da América Latina. Na Argentina, o Gol é o veículo mais vendido no país, onde já manteve a liderança por 12 anos, sendo nove anos consecutivos. A empresa também exporta para países como Chile, Peru, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Colômbia, Equador, entre outros.

O Gol, que é o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira, já acumula mais de 1,1 milhão de unidades exportadas, que já foram enviadas para 66 países.

Atualmente, a Volkswagen do Brasil utiliza os Portos de Santos (SP), São Sebastião (SP) e Paranaguá (PR) para exportar automóveis, dada a proximidade estratégica com as fábricas localizadas em São Bernardo do Campo – Anchieta (SP), Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Fonte: Imprensa Volkswagen do Brasil

Ford C-Max Energy e Hybrid são os carros oficiais da maior feira de tecnologia do mundo



Os modelos C-MAX Energi e C-MAX Hybrid, da linha de híbridos elétricos da Ford, foram anunciados como os carros oficiais da International CES 2013, a maior feira de inovação do mundo, marcada para 8 a 11 de janeiro em Las Vegas, nos Estados Unidos. Os dois veículos serão mostrados como exemplo de tecnologia, ao lado das últimas novidades em TVs, tablets, câmeras, sistemas de som e equipamentos eletrônicos.

"O C-MAX foi feito para a CES, especialmente quando se considera o conteúdo avançado de tecnologia híbrida que ele oferece", diz Dave Mondragon, gerente geral de Marketing da Ford. "Recursos como o painel inteligente SmartGauge, a chave configurável MyKey, a transmissão híbrida e a forte economia de combustível o colocam no mesmo nível das outras tecnologias presentes na feira."

O painel SmartGauge do Ford C-MAX dá ao motorista uma experiência de direção mais conectada, orientando no modo de dirigir mais econômico. O seu sistema EV+ reconhece os destinos mais frequentes do veículo usando o GPS para manter a tração elétrica na maior parte do tempo. Já o modo EV permite ao motorista optar por três modos de rodagem: somente elétrico, híbrido normal ou com economia de bateria para uso posterior.

O híbrido plug-in C-MAX Energi conta com um anel luminoso no ponto de conexão com a rede elétrica que pisca duas vezes quando é conectado. Conforme a bateria vai sendo carregada, partes do anel ficam iluminadas até a carga total.

A tampa do porta-malas com abertura automática, opcional, permite o acesso ao compartimento de carga sem usar a chave. Basta um movimento do pé sob o para-choque, portando as chaves no bolso ou na bolsa. No começo de 2013, o C-MAX Energi vai oferecer também o sistema MyFord Mobile, que permite controlar dispositivos do veículo remotamente, a partir de praticamente qualquer lugar, usando o site MyFord Mobile ou aplicativos.

O C-MAX Energi tem um consumo equivalente de combustível estimado em
42,5 km/l, com autonomia de 676 km. O C-MAX Hybrid oferece um consumo equivalente de 20 km/l. Junto com os demais híbridos da marca, eles contribuíram para a Ford registrar recordes de vendas nesse segmento nos Estados Unidos nos últimos meses.

Fonte: Imprensa Ford


Volkswagen Amarok é eleita Picape do Ano pela Auto Press



A Volkswagen Amarok recebeu o reconhecimento de “Picape do Ano”, no prêmio “Melhor de Auto Press 2013”, realizado pela agência de notícias especializada no setor automotivo. O modelo foi escolhido por um júri formado por 42 editores de automóveis de jornais e portais de todo o Brasil que publicam o conteúdo editorial automotivo da agência.

Entre os destaques da Amarok, os jurados apontaram a eficiência da transmissão automática de oito marchas, o desempenho do motor 2.0l biturbo diesel de 180 cv, o acabamento interno e a segurança.

Os vencedores foram revelados em cerimônia de premiação realizada no Rio de Janeiro, onde está localizada a sede da agência de notícias. No mesmo evento, foram comemorados também os 20 anos da Auto Press, completados no último dia 1º de dezembro. A Amarok também foi eleita a “Picape do Ano” pela Auto Press em 2010, ano do seu lançamento no mercado brasileiro.

Amarok 2013

A linha 2013 da Amarok traz novidades como o sistema de alívio de peso da tampa traseira como item de série em todas as versões do modelo, uma nova opção de cor (Marrom Toffee, metálica) e a ampliação de ofertas de equipamentos opcionais para a versão Trendline, com o já consagrado câmbio automático de oito marchas, além de faróis de neblina com luz dinâmica para manobras, sensores dianteiro e traseiro de estacionamento e o pacote tecnológico Light & Vision (composto por acendimento automático dos faróis, retrovisor interno eletrocrômico, Coming & Leaving home e sensor de chuva). A versão também passa a contar com o novo rádio RCD-320 2DIN com entradas SD-card /USB e com Bluetooth como item de série.

A versão Highline incorpora como itens de série sensores dianteiro e traseiro de estacionamento, acendimento automático dos faróis, Coming & Leaving home, retrovisor interno eletrocrômico e sensor de chuva. Entre os equipamentos opcionais figuram faróis de neblina com luz dinâmica para manobras. Para as versões S e SE, são oferecidos novos opcionais como sensor de estacionamento traseiro, novo rádio RCD-320 2DIN, ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), revestimento dos bancos de couro e revestimento do assoalho de borracha.

Com o lançamento da Amarok automática, em março, a Volkswagen do Brasil praticamente dobrou as vendas do modelo entre janeiro e novembro de 2012 (mais de 17.000 unidades), em relação ao mesmo período em 2011 (9.000 unidades).

Amarok: pick-up premiada

Desde o seu lançamento, a pick-up Volkswagen Amarok tem conquistado alguns dos principais prêmios do setor automotivo, comprovando seu reconhecimento pela imprensa especializada e pelo público. A Amarok foi líder na categoria Picape Média da edição especial "Qual Comprar", da revista Autoesporte, da Editora Globo, nos anos de 2010 e 2011
O modelo recebeu o prêmio da Robb Report Car of The Year 2011, na categoria Pick-up. Ainda em 2011, Amarok conquistou outros dois importantes prêmios. O utilitário foi eleito “Melhor Picape acima de 1.201 kg” na 10ª edição do Prêmio Top Car TV e a “Melhor picape” na 13ª edição do Prêmio Abiauto, realizado pela Associação Brasileira da Imprensa Automotiva.

Em 2010, o ano de lançamento da Amarok, a pick-up conquistou três importantes prêmios da mídia especializada. Entre eles, foi eleita "Picape do Ano 2011", pela revista AutoEsporte, da Editora Globo. No Exterior, a Amarok conquistou a primeira edição do "International Pick-Up Of The Year 2011" no 63º Salão Internacional de Veículos Utilitários de Hannover, na Alemanha, em setembro de 2010. Esse prêmio é organizado pela VDA, a associação que representa a indústria automotiva alemã.

Fonte: Volkswagen do Brasil

Saiba se é hora de comprar veículos

O debate sobre se as pessoas devem ou não comprar veículos é grande, principalmente com a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A parte desta decisão, o consumidor precisa ter cuidado para não se endividar por causa das medidas que tentam estimular a venda de veículos e,consequentemente, aquecer a economia. Para quem já tinha planejando a compra de um veículo os impactos são muito positivos e devem ser aproveitados, sempre observando os cuidados de não comprar sem planejamento.
Porém, para quem não planejava esta compra e decidiu pensar em ter um veículo novo, recomendo cuidado. Pois, a maioria dos consumidores só pensam no custo da compra e das prestações que pagará mensalmente e esquece que isso ocasionará outros custos, como despesas de manutenção, combustível, manutenção, IPVA, seguros,licenciamento, lavagens e, até mesmo, possíveis multas. Em média, o custo mensal equivale, em média, a 3% do valor do carro, assim, manutenção de um veículo de 20 mil reais, por exemplo, tem um custo de aproximadamente 600 reais mensais
Para saber o momento certo de adquirir um veículo é preciso descobrir em que situação financeira o consumidor se encontra, para tanto separo em três grupos a situação das finanças pessoais: os endividados, os equilibrados financeiramente e os poupadores, e cada um desses grupos devem tratar a compra de formas diferentes.
Os endividados não devem nem pensar em comprar um veículo nesse momento, a prioridade deve ser sair das dívidas e um custo a mais em seu orçamento é praticamente assinar o certificado de falência financeira. A prioridade no momento deve ser resolver os problemas com as finanças pessoais, reduzindo gastos desnecessários e, caso tenha o sonho deter um veículo, este deve ser planejado em um prazo longo de tempo, quando,além do fim das dívidas, essa pessoa já tenha feito uma poupança que dará a garantia de que pode comprar com reservas para os gastos extras que terá.
Os equilibrados financeiramente também preocupam, pois, por não possuírem dívidas, pensam que essa é hora de “investir” em um novo veículo ou em trocar o que já possui,agindo por impulso. Mas, não percebem que não possuem dinheiro em caixa para comprar à vista e que para um financiamento longo é necessário planejamento. Tornando esta compra o grande passo para sair do equilíbrio financeiro, se tornando endividado. Sem contar que se esquece do valor de manutenção que este veículo acrescentará em seu orçamento financeiro. 
O consumidor equilibrado deve refletir sobre se realmente quer esse bem de consumo, e caso a resposta seja positiva, iniciar imediatamente uma poupança, que terá como objetivo a troca.,nunca se esquecendo dos gastos extras.
Para os poupadores o momento é de análise, tendo que refletir se é realmente necessário um novo veículo, se for e tiver dinheiro para compra a vista, essa é uma boa hora. Se faltar alguma quantia que terá que financiar,pode até fazer, mas, cuidado para que as parcelas caibam em seu orçamento mensal e que também tenha dinheiro para os gastos de manutenção.
Caso a pessoa já possua um veículo e queira outro, terá que refletir quais as vantagens de um novo carro e se os gastos de dois veículos não são arriscados. Sempre reforço que um veículo não é investimento, em função de sua rápida desvalorização. O consumo de bens deve sempre estar associado a reais necessidades e não a impulsos consumistas do momento.
Reinaldo Domingos, autor e educador financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e Editora DSOP, autor dos livros Eu Mereço ter Dinheiro, Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico,adotada em diversas escolas do país.

Bicicletas feitas em madeira laminada da Arauco são objeto da criatividade de designers colombianos

Universidade de Medellín elege a madeira laminada como matéria-prima ideal para bicicletas
A necessidade de desenvolver profissionais de design locais e atender ao crescente mercado de bicicletas na Colômbia levou a Faculdade de Desenho Industrial da Universidade Pontifícia Bolivariana de Medellín a criar um projeto inusitado no qual a madeira laminada AraucoPly, com tecnologia da Arauco, foi a matéria-prima principal. Até novembro, haviam sido fabricados pelos estudantes 25 modelos de bicicleta.

Segundo o coordenador do curso, Prof. Andrés Valencia Escobar, existe uma tendência global que aponta a madeira como material para a fabricação dos quadros e outras partes da bicicleta.  Foram utilizadas placas laminadas fornecidas pela empresa Fernández y Cia representante da Arauco na Colômbia, e a produtora HA bicicletas com sua marca GW, forneceu todos os componentes mecânicos. As  bicicletas de madeira apresentam atributos como leveza, resistência e maleabilidade para a concepção dos projetos, além de serem ambientalmente corretas. Em alguns projetos, as placas foram combinadas com partes de madeira maciça e bambu.

Para conferir os atributos desejados à placa de madeira laminada, a Arauco, líder mundial na fabricação de produtos florestais sustentáveis, empregou tecnologia de ponta desde o cultivo da madeira em florestas plantadas até o desenvolvimento do modelo AraucoPly. O produto é destinado aos mercados de móveis e estruturas em madeira. Seu principal diferencial tecnológico é a alta resistência mecânica e grande estabilidade obtidas pelo processo de fabricação que alterna a posição das chapas perpendicularmente ao sentido da fibra. A resina fenólica utilizada para colar as placas é certificada segundo os padrões ambientais europeus. O processo inteiro do cultivo das árvores à produção e distribuição do produto é certificado pelos principais padrões de qualidade e sustentabilidade, entre eles o CERTFOR (manejo florestal sustentável), ISSO 14001 (ambiental) e OHSAS 18001 (saúde ocupacional e segurança). 

Sobre ARAUCO -  A Celulosa Arauco y Constitución S.A (ARAUCO) é líder global em gestão florestal sustentável e na fabricação de produtos florestais sustentáveis. Com sede em Santiago, Chile, a Arauco gera emprego para 35.000 pessoas em todo o mundo, através de operações florestais e industriais no Chile, Argentina e Brasil e uma rede de escritórios de vendas internacionais.

A Arauco tem um patrimônio florestal de 1,6 milhões de hectares distribuídos no Chile, Argentina, Brasil e Uruguai, que inclui 1.024.435 hectares de florestas plantadas e 374.000 hectares de florestas nativas protegidas. A Arauco fabrica um total de 3,2 milhões de toneladas de celulose branqueada e não branqueada no mercado, um total de 2,8 milhões m3/ano de madeira serrada e 6,6 milhões m3/ano de painéis derivados de madeira (MDF, aglomerado).

Fonte: CL-A Comunicações


Iveco entrega o primeiro veículo blindado Guarani Experimental ao Exército Brasileiro

Comitivas da Iveco e do Exército em frente ao Guarani

A Iveco entregou ao Exército Brasileiro, a primeira unidade do veículo blindado Guarani experimental. A entrega ocorreu durante solenidade na unidade produtiva de veículos militares da empresa, em Sete Lagoas (MG). Estiveram presentes no evento o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, General Sinclair Mayer, o Diretor da Divisão de Veículos Especiais da Iveco, Paolo Del Noce, e outras autoridades militares. “O Guarani faz parte do projeto de relançamento da indústria brasileira de defesa e a produção de uma tecnologia de última geração como este veículo em nosso País é motivo de grande orgulho”, comentou o General Sinclair Mayer.

Paolo Del Noce, Diretor da Divisão de Veículos Especiais da Iveco
e General Sinclair Mayer, Chefe do Departamento
de Ciência e Tecnologia do Exército. 
A viatura, que compõe o lote destinado a exercícios militares, é resultado do contrato de R$ 246 milhões assinado pela Iveco e pelo Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército Brasileiro, para a fabricação de 86 unidades do Guarani até 2014. A produção dos blindados ocorre em fábrica dedicada, dentro do Complexo Industrial da Iveco em Sete Lagoas (MG), com inauguração prevista para 2013 e investimentos de R$ 55 milhões. 

A produção já começa com índice de conteúdo local acima de 60%. Quando a fábrica estiver operando em capacidade máxima (média de 100 unidades por ano), a cadeia produtiva deverá envolver, no Brasil, cerca de 110 fornecedores diretos e até 600 fornecedores indiretos. “Com a decisão do governo brasileiro de estimular o renascimento do setor de defesa no País, as oportunidades de colaboração tecnológica com o parque industrial brasileiro são muito grandes e vamos explorar este caminho para o crescimento”, contou Del Noce.


O projeto Guarani, do qual a VBTP-MR faz parte, tem como objetivo aumentar a operacionalidade da Força Terrestre, incrementando sua mobilidade e capacidade de atuação nas diversas missões onde a utilização desse tipo de veículo é adequada, apresentando configurações diferentes (transporte de pessoal, reconhecimento, socorro, posto de comando, ambulância etc.) para atender às diversas necessidades operacionais.

VBTP-MR Guarani 6x6

A VBTP-MR Guarani é um desenvolvimento conjunto entre o Exército Brasileiro e a Iveco. Plataforma base da família de blindados médios de rodas da Força Terrestre, a VBTP-MR é um veículo blindado para transporte de pessoal de 18 toneladas, equipada com motor diesel FPT Industrial de 383cv, transmissão automática, possui capacidade anfíbia, e é capaz de transportar 11 militares. As dimensões básicas do veículo são 6,91 metros de comprimento, 2,7 metros de largura e 2,34 metros de altura. O modelo poderá ser equipado com diferentes sistemas de armas e transportado pela aeronave KC-390 da Embraer.

Iveco Veículos de Defesa

O desenvolvimento do Guarani conta com a grande experiência da empresa neste setor, oriunda da divisão mundial Iveco Defence Vehicles, que projeta, produz e comercializa veículos de defesa, incluindo, também, caminhões e veículos multifunção. Entre os principais clientes, mais de 50 países, como Brasil, Itália, Canadá, França, Alemanha, Espanha, África do Sul, Suíça e Argentina.

Fonte: Imprensa Iveco

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Renault inaugura na França a loja do projeto “Twizy Way”, conceito que incentiva o compartilhamento de veículos



Após a inauguração do site www.twizyway.com, o Twizy Way by Renault está inaugurando sua loja no saguão da estação de trem de Saint-Quentin-en-Yvelines.

Esta loja permite aos clientes obter informações, contratar uma assinatura do serviço e retirar o cartão magnético, após ter feito o seu cadastro no local ou on-line. A loja fica aberta de segunda a sexta, das 12h00 às 19h00.

Após quatro meses de testes e dois meses de funcionamento, a Renault solicitou uma pesquisa de satisfação sobre o Twizy Way by Renault ao instituto HCK (House of Common Knowledge). Nessa pesquisa, cerca de 92% das pessoas consultadas disseram ter gostado de utilizar o Twizy Way by Renault. Dirigir um Twizy apresenta inúmeros benefícios: “os trajetos curtos se tornam mais agradáveis e fáceis de fazer (correio, banco, padaria)”, “pois resolvemos o principal problema, o estacionamento ou a necessidade de encontrar alguém para depois utilizar outro meio de transporte (carro, trem…)”. Para o usuário, o conceito de compartilhamento de veículos é sinônimo do “prazer de fazer um gesto de ecocidadania (sem poluição, com menos carros nas cidades”. 

Por fim, os usuários são a favor da liberdade de uso: deixar o veículo onde se deseja é uma verdadeira revolução e uma evolução da mobilidade “é o fator que torna o Twizy Way atrativo!”, “a possibilidade de deixar o Twizy em qualquer ponto da região é fundamental para o sucesso da proposta”.

O período de teste também permitiu aumentar a oferta do serviço ao ampliar o seu acesso aos usuários que utilizam celulares com acesso à internet (BlackBerry, Windows Phone com internet, graças a um novo aplicativo para internet móvel).

Os feedbacks positivos comprovam o sucesso desta solução de compartilhamento de veículos inovadora oferecida pela Renault. O Twizy Way by Renault proporciona uma resposta adaptada às expectativas dos usuários que desejam utilizar vários meios de transporte complementares com toda a liberdade.

Esta solução leva em conta as evoluções da relação com o automóvel, principalmente nas zonas urbanas e semi-urbanas, além de confirmar as reflexões da Renault a respeito de novas formas de mobilidade: “Confiante em sua experiência e alinhada com sua estratégia inovadora em matéria de mobilidade, a Renault deseja implantar o Twizy Way by Renault em outras cidades e junto a outros públicos, tais como a mobilidade dos funcionários de uma empresa, por exemplo”, afirmou Thierry Viadieu, Diretor do Programa de Serviços de Mobilidade e Equipamentos Multidisciplinares

Para o Governo da região metropolitana de Saint-Quentin-en-Yvelines, que está apoiando esse projeto, o serviço Twizy Way by Renault apresenta uma grande importância em termos de mobilidade sustentável, respondendo a necessidades ocasionais de deslocamentos, e completando o leque de modalidades de transportes alternativos em relação ao automóvel particular existentes na região.

“Em matéria de mobilidade, devemos incentivar todas as possibilidades. E o serviço Twizy Way by Renault é uma delas. Ter um parque de veículos elétricos em compartilhamento nos permite lutar não apenas contra a poluição, mas também contra a invasão do espaço urbano. Com este serviço original, Saint-Quentin-en-Yvelines confirma o seu caráter inovador em matéria de mobilidade sustentável”, afirmou Robert Cadalbert, chefe de governo da Região Metropolitana de Saint-Quentin-en-Yvelines.

Twizy Way by Renault em números:
• 50 Twizy disponibilizados na área de cobertura do serviço
• 27 km2: tamanho da área de cobertura do serviço na região metropolitana de Saint-Quentin-en-Yvelines
• 78.222 habitantes/10.000 estudantes na área de cobertura do serviço
• 0,29 € por minuto de uso
• 11,90 € por hora de uso
• 10 empregos em período integral foram criados (manutenção, recarga, centro de assistência e loja).

Fonte: Imprensa Renault


Toyota atinge marca de 100 mil veículos vendidos no Brasil em 2012

Corolla foi um dos principais responsáveis pela marca

A Toyota do Brasil atingiu na última terça-feira, 4 de dezembro, a marca histórica de 100 mil veículos vendidos em um ano. No total, foram emplacadas 100.354 unidades, somando todos os modelos produzidos no Mercosul tais como Corolla, Hilux, SW4 e Etios, e importados, RAV4 e Camry. Essa é a primeira vez que a montadora alcança tal número desde que se instalou no Brasil, em 1958. No resultado não estão contabilizadas unidades de Lexus. 

O recém-lançado Etios, apresentado em setembro desse ano, teve participação importante, com mais de 4.300 carros comercializados, somando as versões hatchback e sedã. Essas foram unidades do Etios já entregues para a rede de concessionários pela Toyota. Vale ressaltar que o volume de produção preparado para 2012 já está todo encomendado pelos clientes.  

Líder absoluto entre os sedãs médios, o Corolla teve mais de 50 mil emplacamentos no acumulado do ano. A Hilux, primeira no ranking entre as picapes médias com motor diesel, vendeu mais de 34 mil veículos. 

Também líder em sua categoria, considerando os veículos a diesel e flex fuel, a SW4 contribuiu de maneira bastante positiva, com vendas superiores a 9 mil veículos.

O resultado mostra, em números, a expansão da marca no mercado nacional. Ainda faltando quase um mês para o final do ano, a Toyota já conseguiu superar as vendas de 2011, que fecharam o ano com 99.200 emplacamentos.

Fonte: Imprensa Toyota do Brasil

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ford promove a final do concurso “O Motorista Mais Econômico do Brasil”


A Caravana Ford Econoshow passou por 12 cidades, promovendo palestras técnicas,
vídeos e test-drive dos caminhões Cargo 2429 e Cargo 1933

A Ford promoveu neste sábado a grande final do concurso “O Motorista Mais Econômico do Brasil”, depois de 12 etapas classificatórias realizadas em várias cidades do Brasil dentro da Caravana Ford Econoshow. Os 12 finalistas, selecionados após mais de 1.500 test-drives com os novos caminhões Ford Cargo Euro 5, participaram da prova prática de direção numa pista de testes em Limeira, SP.

Fabrício Lolla, de Promissão, SP, foi o grande vencedor
O vencedor foi Fabrício Lolla, de Promissão, SP, que receberá seu prêmio, um caminhão Ford Cargo 1933, durante um show de Chitãozinho & Xororó no dia 22 de dezembro, em Rio Preto, SP, com direito a viajar no jato dos astros até o local. Com 24 anos, ele se classificou para a final na oitava etapa, em São José do Rio Preto, SP, e ficou muito emocionado ao descobrir que seu resultado foi o melhor da competição.

Os finalistas
Fabrício trabalha como motorista de empresa e, agora, com seu Ford Cargo 1933, personalizado por Chitãozinho & Xororó, já sonha em virar autônomo e iniciar uma frota.

Caravana Econoshow

Destinada a frotistas e caminhoneiros, a Caravana Ford Econoshow passou por 12 cidades, promovendo palestras técnicas, vídeos e test-drive dos caminhões Cargo 2429 e Cargo 1933 para mostrar a economia proporcionada pela nova geração de motores Euro 5. Além de ficar cerca de 6% mais econômicos no consumo de diesel e reduzir em 80% a emissão de poluentes com a tecnologia de redução catalítica seletiva (SCR), eles ganharam em média 10 cv na potência. Outras vantagens são o aumento dos intervalos de troca de óleo e a maior durabilidade dos componentes do motor.

Como o modo de dirigir também tem uma grande influência no rendimento do combustível, o objetivo do concurso “O Motorista Mais Econômico do Brasil” foi mostrar que a combinação de tecnologia e habilidade pode levar a eficiência do caminhão a um novo patamar. 

A Caravana Ford Econoshow passou pelas cidades de Campinas, Caçapava e São José do Rio Preto (SP); Cachoeiro do Itapemirim e Vitória (ES); Divinópolis e Uberlândia (MG); Goiânia (GO); Maringá e Cascavel (PR); Passo Fundo e Caxias do Sul (RS).

Fonte: Imprensa Ford

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Toyota Etios recebe prêmio Ten Best promovido pela revista Car and Driver

Toyota Etios recebeu o prêmio Ten Best 2012 como melhor sedã compacto comercializado no país

O Toyota Etios recebeu no último dia 14 de dezembro, em São Paulo, o prêmio Ten Best 2012, como melhor sedã compacto comercializado no país. O prêmio foi entregue ao vice-presidente sênior da Toyota Mercosul, Luiz Carlos Andrade Junior, pelo publisher da revista, Luiz Guerrero.

Para escolher os vencedores do prêmio Ten Best 2012 a equipe da revista Car and Driver testou 221 carros. O campeão de cada categoria foi definido a partir dos seguintes critérios: atualidade do projeto, inovação tecnológica, segurança (para motorista, passageiro e pedestres), desempenho, satisfação do motorista, conforto, adequação ao mercado e respeito ao ambiente.

Lançado em setembro passado, o Etios incorpora o tradicional DNA Toyota de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade. Utilizando matéria-prima semelhante a do Corolla, o Etios foi desenvolvido para atender as exigências dos clientes desse segmento, oferecendo um design moderno, boa performance, economia e conforto.

Recentemente o modelo participou do Latin NCAP, braço para a América Latina do renomado programa com origem na Europa que promove testes independentes de segurança dos automóveis. O Etios foi o grande destaque na avaliação, obtendo QUATRO ESTRELAS, de cinco possíveis, para passageiros dos bancos dianteiros. Até então, nenhum outro veículo do segmento do Etios havia conseguido pontuação tão elevada, o que reforça a preocupação que a Toyota teve com a segurança no desenvolvimento do seu modelo compacto para o mercado brasileiro.

Além disso, o Etios ainda possui nível A no Programa Brasileiro de Etiquetagem do INMETRO, que aponta o nível de eficiência energética de diversos tipos de produto. O compacto da Toyota se destaca entre os automóveis como um dos modelos que menos consome combustível no Brasil.

Fonte: Toyota do Brasil



Volkswagen do Brasil cresce mais que o mercado nos 11 primeiros meses do ano


Volkswagen do Brasil cresce mais que o mercado nos primeiros 11 meses do ano
A Volkswagen do Brasil tem mantido um desempenho de vendas acima do mercado nacional, com 697.535 unidades de carros de passeio e comerciais leves comercializadas nos 11 meses do ano, 10% acima do registrado no mesmo período em 2011, enquanto o mercado cresceu 6,3% no período. O resultado elevou a participação de mercado da marca para 21,2% contra os 20,5% do mesmo período de 2011.

Gol, rumo ao 26º ano consecutivo na liderança de vendas no País
“O ano de 2012 tem sido o melhor ano da história da Volkswagen do Brasil e o desempenho em novembro mostra que devemos bater novos recordes no fechamento do ano. Os ótimos resultados abrem caminho para a chegada de 2013, quando comemoraremos os 60 anos de atividades da empresa no País”, diz Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil.

Gol, supera o segundo colocado em praticamente
30 mil unidades de janeiro a novembro
O modelo mais vendido do mercado brasileiro é o Gol, líder absoluto há praticamente 26 anos seguidos, com 265.279 unidades no período de janeiro a novembro de 2012, ampliando a sua vantagem sobre o segundo colocado. No total, o Gol supera o concorrente em praticamente 30 mil unidades.

Com essa liderança ininterrupta de 26 anos de vendas no País, a empresa conquistará o marco de 50 anos na primeira colocação no ranking de produtos com um modelo Volkswagen no mercado brasileiro (somados aos 24 anos do Fusca).

Somente no mês de novembro, com 61.744 unidades emplacadas a marca superou em 2,7% as vendas em relação a novembro de 2011, enquanto a indústria registrou queda de 2,7% no período. No entanto, o melhor mês em vendas para a Volkswagen em 2012 ainda continua sendo agosto, quando registrou recorde histórico, nas vendas de 88.748 unidades comercializadas (mais de 100 mil unidades se somarmos as exportações).

No segmento de automóveis de passeio a Volkswagen totalizou 591.565 unidades de janeiro a novembro, registrando um crescimento de 11,2% em relação ao mesmo período de 2011, quando a indústria cresceu 7,9% nesse segmento.

Só no mês de novembro, as vendas da marca no segmento de carros de passeio atingiram 52.538 unidades, com um aumento de 4,1% em relação a novembro de 2011, enquanto a indústria apresentou ligeira queda de 0,1% no segmento no mesmo período.

No segmento de comerciais leves, a Volkswagen apresentou um crescimento de 3,8% nos onze meses do ano em relação ao mesmo período de 2011, com 105.970 unidades emplacadas. No mesmo período, a indústria cresceu 0,7% no segmento.

A expectativa de vendas da marca no fechamento de 2012 é de um total de mais de 770 mil unidades comercializadas no mercado brasileiro, sendo que desse total, só o segmento de comerciais leves deve responder por 115 mil unidades.

“O ano foi marcado por lançamentos de produtos importantes ao mercado nacional, como o Novo Gol e o Novo Voyage, com atualizações que consolidaram o sucesso dos modelos e que, junto com o Fox, figuram entre os 10 modelos mais vendidos do País”, declara a vice presidente de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil, Jutta Dierks.


Vendas (Renavam) Janeiro a Novembro
Jan-Nov 2012Jan-Nov 2011Variação
VolkswagenCarros591.565531.813
11,2%
C. Leves105.970102.084
3,8%
Total697.535 633.897
 10,0%
MercadoCarros2.584.2352.395.639
7,9%
C. Leves706.014700.904
0,7%
Total3.290.2493.096.543
6,3%

Vendas (Renavam) – Novembro
Nov 2012Nov 2011Variação
VolkswagenCarros
52.538
50.452
4,1%
C. Leves
9.206
9.661
-4,7%
Total
61.744
60.113
2,7%
MercadoCarros
233.279
233.556
-0,1%
C. Leves
63.797
71.633
-10,9%
Total
297.076
305.189
-2,7%

Fonte: Imprensa Volkswagen