segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Confira os resultados da quarta etapa do SuperBike Brasil

Indiana Muñoz Gomes (#199) vence a primeira corrida da Ninja 300 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
Com grande alegria a organização do SuperBike Brasil comemora um final de semana de casa cheia, recorde de pilotos inscritos nesta temporada e a primeira corrida de moto do ano em Interlagos. A quarta etapa do campeonato 2015 foi disputada nos dias 29 (treinos classificatórios) e 30 (corrida) de agosto, e a expectativa da organização é ter superado o recorde anterior em São Paulo, com a presença de aproximadamente 30 mil pessoas!

Gabriel Favero e Silva (#271) vence com folga a Junior Cup
em Interlagos. 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
O SuperBike Brasil mais uma vez saiu na frente e foi o primeiro evento de corrida de moto a ser realizado em 2015 no Autódromo de Interlagos, o mais importante circuito do país. Desde o fechamento do Autódromo Internacional José Carlos Pace, em agosto de 2014, nenhuma prova de motovelocidade foi realizada no templo da velocidade nacional.

Maico Teixeira (#36) vence a 4ª etapa da SuperBike 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM
Após disputadas as etapas de Goiânia (GO), Nova Santa Rita (RS), Londrina (PR) e São Paulo (SP), os pilotos do SuperBike Brasil se preparados para a quinta etapa do maior campeonato de motovelocidade das Américas, de 11 a 13 de setembro, em Santa Cruz do Sul (RS).

Confira abaixo os resultados da 4ª etapa:

Em disputa eletrizante, Maico vence a 4ª etapa da SuperBike
Diego Viveiros (#23) vence com folga etapa de Interlagos da Ninja 600 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM
Maico Teixeira (#36), da equipe Honda Mobil, venceu a 4ª etapa da SuperBike, a principal categoria do SuperBike Brasil, disputada no Autódromo de Interlagos neste domingo (30). O piloto gaúcho largou na pole e já nos primeiros metros foi ultrapassado pelo seu companheiro de equipe Diego Faustino (#68). Os dois dispararam na frente e revezaram a ponta por diversas vezes. Na volta final, Maico ocupava a liderança com uma mínima vantagem de quatro centésimos. Diego até tentou roubar a posição, mas não conseguiu mantê-la, e Maico cruzou a linha de chegada em primeiro, seguido por Diego em segundo.

Pódio da categoria principal SuperBike | 4ª etapa SuperBike Brasil -
Interlagos. 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, foi o terceiro colocado. O piloto largou bem, ganhou uma posição e conseguiu correr no mesmo ritmo das duas Hondas por algumas voltas. Mas com o andamento da corrida foi ficando para trás e terminou a prova com uma distância de nove segundos para os líderes.

Luiz Cerciari (#3) supera adversários e vence a 4ª etapa
da SuperSport. 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM
Enquanto isso, José Luiz “Cachorrão” (#51), da Honda Mobil, teve que recuperar um erro cometido na largada. O piloto, que saiu em terceiro, acabou caindo para oitavo, e ao longo das 14 voltas da prova foi ganhando posições. Nas voltas finais, ultrapassou Bruno Corano (#34), da Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, e Pablo Nunes (#777), da BH Racing, e terminou a corrida em quarto. Já Nunes recebeu a bandeirada em quinto.

Pela categoria Pro Amador, o vencedor foi Fernando Min (#20), da equipe MotoSchool Racing Team. A segunda posição ficou com Fabrício de Castro (#75), da BH Racing, seguido por Rodrigo Rocky (#43), da MotoSchool Racing Team, em terceiro, e Daniel Toloni (#3), da Misano Racing Team, em quarto.

Black garante vitória na Master em Interlagos 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
Já entre os pilotos que disputam a categoria Pro Estreante, o vencedor foi Ricardo Negretto (#38), da equipe Tecfil Racing Team. O segundo colocado foi Willians Sales Piui (#111), seguido por Luciano Bastos (#430), da Avap Racing Team, em terceiro, e Iberson Thiago Vieira (#4), da Tecfil Racing Team, em quarto.

Juracy Rodrigues "Black" (#560) vence a 4ª etapa da
SuperBike Light. 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
Na Pro Master, o primeiro colocado foi Elson Tenebra Otero (#2), da equipe Suzuki/Econs/Best Riders, e o segundo, Jose Cunha (#133), da Misano Racing Team.

Mesmo cometendo erros, Black vence a 4ª etapa da SuperBike Light
Juracy Rodrigues “Black” (#560), da equipe Black Day Racing Team, manteve a liderança do campeonato e venceu a 4ª etapa da categoria SuperBike Light, em prova disputada no Autódromo de Interlagos na tarde deste domingo (30).

Leonardo Tamburro (#53) garante vitória na Copa CBR 500R 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM
Black, que já havia vencido as três primeiras etapas do SuperBike Brasil, dominou os treinos classificatórios e conquistou a pole. O piloto largou bem, mas logo na primeira volta cometeu um erro – perdeu o tempo de uma curva – e caiu duas posições. A partir deste momento, passou a perseguir os líderes, Jeferson Marchesin Friche (#6), da equipe HG Motos Racing, e Fabio Martins (#12), da Fabio Martins.

Victor Perrucho (#226) é o vencedor da segunda bateria da Ninja 300 
Foto: Ricardo Santos/VGCOM 
Na segunda metade da prova, Friche e Black colocaram grande distância para os demais adversários e chegaram a dividir a liderança por algumas vezes. Na 10ª volta, Black conseguiu fazer a ultrapassagem e sustentar a primeira posição até receber a bandeira quadriculada. Friche chegou em segundo, pouco mais de um segundo atrás.

Guto Figueiredo (#18), da equipe Kobe Motos/A2 Informática, que largou em quinto, ganhou posições e encerrou a prova em terceiro. Fabio Martins, que chegou a disputar a liderança em alguns momentos, acabou ficando com a quarta colocação. Já o quinto colocado foi Rodrigo Soncini Ronchetti (#49), da equipe Viana Racing.

Entre os participantes que disputaram a categoria SuperBike Light Master, o vencedor foi Alexandre Marzola (#0), da equipe Life Buster Energy Drink. A segunda posição ficou com Jirios Semaan Abboud (#100), da BH Racing, seguido por seu companheiro de equipe, Michel Abboud (#8), em terceiro. Nelson Gonçalves (#145), da equipe Os Impossíveis/Pokemon Pneus, garantiu o quarto lugar e Edson Errera (#86), da Errara Racing, o quinto.

Luiz Cerciari supera adversários e vence a 4ª etapa da SuperSport
Em prova extremamente disputada, Luiz Cerciari (#3), da equipe Cerciari Racing School, se saiu melhor e venceu a quarta etapa da SuperSport, corrida disputada no Autódromo de Interlagos na tarde deste domingo (30). Cerciari ocupou as primeiras posições durante todos os treinos, e na SuperPole acabou garantindo a segunda posição no grid. O piloto perdeu uma posição logo no início da prova e então passou a perseguir os dois líderes.

Matheus de Oliveira Dias (#70), da equipe Tecfil Racing Team, Alex Schultz (#22), da Dynel’s Racing Team e Luiz Cerciari dispararam na frente dos demais adversários e protagonizaram uma série de ultrapassagens entre eles mesmos. Na quarta volta, Cerciari recuperou a segunda posição e passou a perseguir o líder, Matheus. O piloto da equipe Tecfil tentou manter a colocação, mas foi ultrapassado por Cerciari, que acabou vencendo por apenas dois décimos de vantagem.

Matheus cruzou a linha de chegada em segundo, seguido por Shultz em terceiro. Já Sabrina Paiuta (#8), da equipe Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, fez uma corrida de recuperação impressionante. A piloto nem participou da SuperPole e largou no pelotão intermediário. Ao longo da corrida, fez importantes ultrapassagens, ganhou inúmeras posições e encerrou a corrida em quarto, à frente de Ives Moraes (#23), da Motom, que chegou em quinto.

Entre os pilotos que disputaram a categoria SuperSport Pro Amador, o vencedor foi Rafael Dadario (#86), da equipe Viana Racing. O segundo colocado foi Victor Villaverde (#42), da Cerciari Racing School, seguido por Diego Nunes Moyses (#85), da BH Racing, em terceiro. Mauricio Protta “Máscara” (#28), da Vitória Racing / HG Motos Racing, foi o quarto logo à frente de Antonio Telvio (#5), em quinto.

Pela categoria Pro Estreante, Irineu Trudes Jr “Juninho” (#72), da equipe Viana Racing, ficou com o primeiro lugar. Christian Cerciari (#83), da Cerciari Racing School, foi o segundo, seguido por Osvaldo Jorge Filho Duende (#55), da Duende e Senra Racing, em terceiro.

Indy Muñoz vence a primeira corrida da Ninja 300
As corridas da categoria Copa Kawasaki Ninja 300 sempre prometem muita emoção, e desta vez não foi diferente. No final da manhã deste domingo (30), as motos entraram na pista de Interlagos para a disputa da primeira bateria da rodada dupla das Ninjas da 4ª etapa do SuperBike Brasil.

Por quase todas as 10 voltas, quatro pilotos se revezaram nas primeiras posições. Indiana Muñoz Gomes (#199), Mobil Ituran Racing, foi a que se saiu melhor. A piloto fez uma corrida impressionante, após encontrar dificuldades com sua moto nos primeiros treinos. Logo na segunda volta conseguiu subir para a terceira posição, onde ficou até os momentos finais. Indy foi beneficiada por um erro do então líder, Victor Perrucho (#226), da equipe Duda Racing, que perdeu a frente da moto numa curva, e assumiu a ponta para receber a bandeirada.

Fernando Santos (#234), da equipe Tecfil Racing Team, fez uma boa prova e ocupou por diversas vezes a liderança. O piloto, que disputa a categoria Light, revezou posições ao longo da corrida e na volta final cruzou a linha de chegada com o segundo menor tempo.

Já Niko Ramos (#822), da Duda Racing, chegou logo atrás do adversário, passando com o terceiro menor tempo e pontuando em segundo na categoria principal. O piloto largou na pole, perdeu posições e passou a maior parte da corrida em quarto. Na última volta, ganhou posições e terminou a prova em segundo.

Victor Perrucho (#226), da Duda Racing, foi quem não teve muito o que comemorar. Após dominar a maior parte da corrida e estar bem próximo da posição mais alta do pódio, ele cometeu um erro e acabou ficando com a terceira posição.

O quarto colocado foi Pedro Henrique Ramos e Silva (#113), da Metal Aço/Polo/Nippon Telhas. O piloto fez uma corrida estável e sem grandes ultrapassagens. E fechando a lista dos mais bem colocados, Régis Gomes Primos (#126), da Rodas Mil Competições, chegou em quinto.

Na categoria Light, o vencedor foi Fernando Santos. A segunda colocação ficou para o piloto Fábio Roberto Ferreira (#10), Motocar Racing, seguido por Mauricio Mendes Nogueira (#22), da Racing 22, em terceiro, Jeferson de Souza Silva (#707), da Alemão Pneus, em quarto, e Derick Rene Litano Filipini (#227), da Mobil Ituran Racing, em quinto.

Perrucho é o vencedor da segunda bateria da Ninja 300
As Ninjinhas voltaram para a pista para disputar a segunda bateria da Copa Kawasaki Ninja 300, válida pela 4ª etapa do SuperBike Brasil, realizado no Autódromo de Interlagos no final da tarde deste domingo (30). A rodada dupla foi novidade para esta etapa.

Victor Perrucho (#226), da equipe Duda Racing, dominou a prova e a liderou do início ao fim. Apesar disso, o piloto não teve refresco. Cinco adversários estiveram na sua cola durante todas as oito voltas percorridas. Na última, Fernando Santos (#234), da equipe Tecfil Racing Team, que disputa a Light, chegou a ficar muito próximo da ultrapassagem. Apenas oito centésimos separaram os dois pilotos na linha de chegada. Com isso, Perrucho garantiu a primeira colocação na categoria principal e Fernando Santos, a liderança da Light e também o segundo a receber a bandeira quadriculada.

Indiana Muñoz Gomes (#199), da equipe Mobil Ituran Racing, que já havia vencido a primeira bateria, manteve-se durante toda a prova no pelotão da frente, oscilando posições. Na última volta, a piloto conseguiu ultrapassar alguns adversários e terminar a prova em segundo da categoria principal.

Já Niko Ramos (#822), da equipe Duda Racing, conseguiu baixar o tempo de suas voltas e encontrar um melhor rendimento de sua moto ao longo da bateria. O piloto saltou de quarto, na primeira metade da corrida, para segundo e chegou a brigar pela liderança. Entretanto, na volta final, foi ultrapassado e ficou apenas com a terceira posição.

Na sequência, Pedro Henrique Ramos e Silva (#113), da equipe Metal Aço/Polo/Nippon, recebeu a bandeirada em quarto, seguido por Sandro Paganelli (#64), da Paganelli Racing, em quinto.

Na categoria Light, o vencedor foi Fernando Santos, o vice-líder no geral. A segunda colocação ficou para o piloto Mauricio Mendes Nogueira (#22), da equipe Racing 22, seguido por Fábio Roberto Ferreira (#10), da Motocar Racing, em terceiro, Jeferson de Souza Silva (#707), da Alemão Pneus, em quarto, e Paulo Faria (#99), da Tecfil Racing Team, em quinto.

Diego Viveiros vence com folga etapa de Interlagos da Ninja 600
Diego Viveiros (#23), da equipe Tecfil Racing Team, venceu com bastante facilidade a 4ª etapa da Copa Kawasaki Ninja 600, prova disputada no Autódromo de Interlagos na tarde deste domingo (30). O piloto dominou todos os treinos classificatórios e largou na pole. Já nas voltas iniciais, imprimiu um ritmo intenso e colocou mais de oito segundos de vantagem sobre os adversários. O piloto correu praticamente sozinho a prova inteira e recebeu a bandeira quadriculada isolado na liderança.

A principal disputa ficou entre os pilotos Luis Ferraz (#13), da equipe Tecfil Racing Team, e Douglas S. Tomé (#67), da BH Racing. Os dois correram na mesma casa de segundo por toda a corrida, alguns momentos ficando a apenas poucos centésimos de distância um do outro. Apesar disso, Ferraz conseguiu sustentar a posição durante todas as 12 voltas e terminou a prova em segundo lugar, com Tomé em terceiro.

Guilherme Fais (#78), da Calmitec, foi o quarto colocado. O piloto ganhou posições importantes durante a prova e ultrapassou Raphael Arcari Brito (#96), da Duende e Senra Racing, este ficando com a quinta posição.

Na categoria Master, o vencedor foi Edvaldo José Martinati (#113), da equipe Duende e Senra Racing, seguido por Marcelo Kitadai (#36), da Moto School Racing Team, em segundo.

Com show de ultrapassagens, Tamburro garante vitória na Copa CBR 500R
Leonardo Tamburro (#53), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, foi o vencedor da quarta etapa da Copa Honda CBR 500R, prova disputada no Autódromo de Interlagos na tarde deste domingo (30).

Tamburro foi o mais rápido nos treinos classificatórios e largou na pole. Apesar disso, não teve facilidade para vencer a prova. Logo após a largada, cinco pilotos se distanciaram dos demais e revezaram posições entre si, correndo todos no mesmo segundo. Tamburro acabou perdendo a liderança algumas vezes. Só na segunda metade da prova o piloto conseguiu se consolidar na ponta e abrir uma distância confortável. Tamburro completou as 10 voltas da corrida com quase dois segundos de vantagem para o vice-líder e comemorou muito quando recebeu a bandeirada.

Após um festival de troca de posições, Willian Ribeiro (#15), da equipe WR, acabou garantindo a segunda posição, seguido de perto por Lucas Dezeró (#7), da Alemão Pneus, em terceiro, e Renzo Ferreira (#13), da Honda MotoSchool de Taem, em quarto. Vale destacar que neste pequeno pelotão, menos de um segundo separaram os três pilotos.

Já Rodrigo Jantonio (#99), da equipe Serv Moto Racing Team, não encontrou muitas dificuldades na prova e cruzou a linha de chegada em quinto. O piloto também foi o vencedor da Light. O segundo desta categoria foi Weslley Leandro Ribeiro (#45), da equipe WR, seguido por Luis Bailey (#38), da RF Racing, em terceiro, Kleriston Garden (#5), da HG Motos Racing, em quarto, e Helder Franklin (#88), em quinto.

Na categoria Junior, o primeiro colocado foi Willian Ribeiro, seguido por Renzo Ferreira, segundo e quarto, respectivamente, no geral. Weslley Leandro Ribeiro, que foi o segundo da Light, ficou com o terceiro lugar e Davi Gomide (#31), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, com o quarto.

Entre os pilotos que disputaram a categoria Master, o primeiro colocado foi Othon Ricardo Lima Russo (#313), da equipe Tecfil Racing Team, e o segundo, Suzane Carvalho (#11), da Solo Moto.

Gabriel Favero vence com folga a Junior Cup em Interlagos
Gabriel Favero e Silva (#271) venceu a etapa de Interlagos na categoria Honda Junior Cup na manhã deste domingo (30). O piloto fez os melhores tempos nos treinos classificatórios durante o sábado e largou na pole. Logo na primeira volta foi ultrapassado, mas rapidamente assumiu a liderança. A partir de então, Favero dominou com facilidade a corrida, cravando a volta mais rápida e se distanciando dos demais adversários. O piloto cruzou a linha de chegada com bastante folga, quase 10 segundos à frente de Leonardo Marin (#46).

Já Marin, que largou em segundo, vislumbrou rapidamente a liderança durante a primeira volta, mas acabou sendo ultrapassado e retornou para sua posição de largada, onde ficou até o fim da corrida.

As três posições seguintes foram intensamente disputadas. Matheus Valamedi (#95) teve mais sorte. O piloto ganhou posições da largada e encerrou a prova em terceiro. Mas não foi nada fácil. Kevin Fontainha (#26) e Maria Fernanda Rocha (#22) vinham na sua cola, com uma distância de meio segundo. A disputa se deu até as últimas curvas, e Kevin acabou cruzando a linha de chegada em quarto e a Maria Fernanda em quinto.

Black garante vitória na Master em Interlagos
Poucas ultrapassagens marcaram a corrida da categoria Master, válida pela 4ª etapa do SuperBike Brasil, disputada na tarde deste domingo (30) no Autódromo de Interlagos.

Juracy Rodrigues Black (#560), da equipe Black Day Racing Team, que já havia vencido a prova da Light, entrou novamente na pista para levar pra casa mais uma medalha: a da primeira posição. O piloto largou na frente e chegou a ser perseguido por Elson Tenebra Otero (#2), da equipe Suzuki/Econs/Best Riders, por alguns instantes. Os dois dispararam na frente dos demais adversários e correram a maior parte da prova sozinhos. Nas voltas finais, Black abriu uma vantagem de mais de três segundos e recebeu a bandeira quadriculada em primeiro. Já Elson ficou com o segundo lugar.

Quase vinte segundos atrás dos líderes, Jirios Semaan Abboud (#100), da BH Racing, cruzou a linha de chegada e garantiu a terceira colocação. Alexandre Marzola (#0), da equipe Life Buster Energy Drink, ganhou uma posição durante a corrida e terminou em quarto, seguido por Antonio Telvio (#5) em quinto.

Estes resultados são extraoficiais e estão sujeitos a verificações técnicas.

Fonte: VGCOM - VANESSA GIANELLINI COMUNICAÇÃO

Velas aquecedoras para motores diesel da NGK chegam ao mercado brasileiro

Sempre atenta às necessidades do segmento, a NGK, referência mundial no setor automotivo, comercializa velas aquecedoras para motores ciclo diesel no mercado nacional. Produzidas no Japão, o componente tem aplicação em veículos de pequeno e médio porte das principais montadoras e está disponível para o aftermarket.

A NGK é reconhecida mundialmente pela qualidade e investimentos constantes em pesquisa e desenvolvimento. Com o mesmo padrão de todo o portfólio da fabricante, as velas aquecedoras são produzidas com a mais alta tecnologia, proporcionando uma partida rápida e suave, menor emissão de poluentes e maior durabilidade.

“A NGK é líder global no fornecimento de velas aquecedoras para o mercado original, equipando veículos das principais montadoras do mundo. A ampla variedade de aplicações, aliada à alta tecnologia, faz dos produtos uma referência em qualidade e performance”, ressalta Marcos Mosso, chefe de Marketing da NGK do Brasil.

Para saber onde encontrar os componentes, solicitar a tabela de aplicação dos produtos da marca e esclarecer dúvidas, o consumidor deve entrar em contato com o SAC da NGK pelo 0800-197-112, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 18h.

Vela aquecedora

A vela aquecedora é fundamental para o desempenho dos motores ciclo diesel. Como a denominação sugere, sua função é aquecer o ar na câmara de combustão ou na pré-câmara, proporcionando condições otimizadas para inflamar o combustível injetado.

A peça facilita a partida em dias frios, evitando falhas de funcionamento, além de reduzir o nível de emissão de poluentes e fumaça branca enquanto o motor não atinge a temperatura ideal de trabalho.

Sobre a NGK
A NGK, referência mundial nos setores automotivo, cerâmico e de revestimentos porcelanizados, completou 56 anos de atuação no Brasil em 1º agosto de 2015. Detentora das marcas NGK (Componentes Automotivos), NTK (Sensores e Cerâmicas Técnicas) e Super NGK (Revestimentos Porcelanizados), a empresa conta com um quadro de mais de 1.300 colaboradores e sua fábrica está sediada na região de Mogi das Cruzes (SP), em uma área de 625 mil metros quadrados. Fundada em 1936, em Nagoya, no Japão, a NGK é considerada a maior fabricante e especialista em velas de ignição e possui forte presença em todos os continentes. Mais informações em www.ngkntk.com.br. A página também disponibiliza dezenas de opções de cursos online para mecânicos e aplicadores.

Fonte: Printer Press Comunicação Corporativa

Pesquisa MercadoLivre Classificados mostra que o consumidor de caminhões preza pela potência do motor


Dos mais de 25 mil entrevistados, 96% utilizam a internet para pesquisar marcas e modelos e buscar ofertas

Pesquisa online realizada com 25 mil internautas brasileiros interessados no segmento de Caminhões revela as preferências dos consumidores de pesados (caminhões). A marca preferida dos caminhoneiros é a Mercedes-Benz, apontada por 32% dos respondentes. A Volvo vem em segundo, com 19%, logo seguida pela Volkswagen (18%) e a Scania (17%).  Ford, Iveco, Hyundai e International tiveram a preferência de 5%, 4%, 3% e 1%, respectivamente. Entre os motivos de admiração da marca, o principal é a história da marca (47%). O melhor motor é o segundo (25%), seguido por design e acabamento (21%) e melhor preço (16%).

Já entre os motivos de compra de um caminhão, o estado geral de conservação do veículo foi o item mais citado na pesquisa (76% de menções), seguido pela disponibilidade de peças no mercado (72%); pelo preço (61%) e a potência do motor (59%). Marca, quilometragem, valor de revenda e equipamentos e acessórios foram também apontados com 53%, 49%, 50% e 39%, respectivamente.

Em relação ao valor a ser investido para trocar ou comprar um caminhão, a maioria (55%) aponta que irá investir de R$ 51 mil a R$100 mil; 31% entre R$ 101 mil e R$ 200 mil; 9% entre R$ 201 e R$ 300 mil e 4% acima de R$ 300 mil.

“Esta pesquisa mostra a diferença entre admirar uma marca e comprar uma marca”, afirma Caio Ribeiro, diretor do MercadoLivre Classificados. “A compra de um caminhão é uma decisão bastante racional: o que vale é o custo-benefício, o que inclui a potência do motor. Este último fator (o motor), aliás, se mostrou estratégico na pesquisa: foi o único que apareceu bem mencionado tanto como motivo de admiração quanto de compra”, completa.

Pesquisar sobre as marcas e os modelos e comparar preços são os principais motivadores dos respondentes para usarem a Internet no processo de compra ou venda de um caminhão, com 96% de citações cada.  A busca por lojas/agências e por pessoas físicas também teve 89% de citações.

Outros pontos interessantes são:
• 95% apontam a experiência de comprar/vendar/buscar na internet como Muito Positiva ou Positiva;
• 49% afirmam utilizar as redes sociais para maximizar as vendas de seus caminhões, e 39% também comunica a familiares, amigos e pessoas próximas;
• 46% dos respondentes já utilizaram o MercadoLivre para anunciar, comprar ou pesquisar sobre um caminhão

Sobre MercadoLivre Classificados – É uma área exclusiva onde pessoas e empresas podem anunciar online veículos, imóveis e serviços dentro da plataforma MercadoLivre. Atualmente a plataforma conta com mais de 500.000 anúncios de veículos, imóveis e serviços no ar.

O site MercadoLivre.com contabiliza
​132 milhões de usuários cadastrados e oferece um mercado online para a negociação de uma ampla variedade de bens e serviços de uma forma fácil, segura e eficiente. É o décimo site de e-commerce mais acessado do mundo, segundo métricas da comScore. Através de suas seis áreas de negócios MercadoLivre.com, MercadoLivre Classificados, MercadoPago, MercadoShops, MercadoLivre Publicidade e MercadoEnvios, oferece soluções para que indivíduos e empresas possam comprar, vender, anunciar, pagar e gerenciar envios pela internet. A companhia está listada na Nasdaq (NASDAQ:MELI), desde sua oferta pública inicial em 2007.

Fonte: Bruna Meneses / Orlando Oliveira - Porta-Voz Comunicação Estratégica

Harley-Davidson comemora 50 anos da icônica Electra Glide®

Em 1965, o visual da Electra Glide® ganhou destaque no mercado, com
saias elegantes no para-lama e banco com posição pensada no conforto do piloto

O modelo evoluiu ainda mais durante as décadas de 1970 e 1980,
ganhando freios a disco hidráulicos, transmissão final por correia e
painel com sistema de som montado na carenagem
Linha do tempo apresenta a evolução tecnológica e visual da inconfundível motocicleta que criou o estilo “Grand American Touring”

2015 é especial para a Harley-Davidson®. O ano marca o aniversário de meio século da Electra Glide®, uma das motos mais importantes e tradicionais do seu line up. O modelo foi pioneiro e praticamente inaugurou o segmento “Grand Touring” nos Estados Unidos. E mesmo 50 anos depois, continua servindo de inspiração para a fabricação de motocicletas deste tipo no mundo.

1988 foi o ano de surgimento da FLHS Electra Glide® Sport

Linha do tempo

1965: Lançamento da Electra Glide®
Em 1995, uma das principais motos da
marca era a Electra Glide® Ultra Classic
A emblemática moto evoluiu muito com o passar do tempo e, já em 1965, apresentava a aparência inconfundível da Electra Glide® que é conhecida pelos motociclistas de hoje. Os modelos Touring Harley-Davidson sempre foram projetados privilegiando a praticidade e o conforto em viagens de longa distância. Em 1912, a primeira linha de acessórios H-D® incluía o Luggage Carrier, espécie de suporte para transportar bagagens.

As motos de grande cilindrada, ideais para rodar muitos quilômetros, evoluíram a partir da Knucklehead EL de 1936, com motor de 61 polegadas, chegando aos modelos FL, com propulsor de 74 polegadas, em 1941. Essa foi a moto que se transformou na Hydra Glide, em 1949. Em 1958, a Duo-Glide foi a primeira a possuir suspensão traseira, bem como freio traseiro hidráulico.

1960 a 1980: Dos primórdios à evolução
Em 2009, a Electra Glide® recebeu um novo quadro,
com centro de gravidade mais baixo e entre-eixos maior
A família Touring teve sua grande ascensão em 1960. Cinco anos depois, a Harley-Davidson inseriu um acionador de partida elétrico na FLH e criou a FLHB Electra Glide. A inovação foi fundamental para eliminar o pontapé na máquina, uma ação que se tornava cada vez mais difícil nas motocicletas com grandes motores V-Twin pesando mais de 350 kg.

Como eram necessários uma bateria maior e um sistema elétrico de 12V para executar o acionador de partida, o tanque de óleo foi redesenhado. Inicialmente, a H-D® manteve o pedal com o sistema, para as pessoas que tinham dificuldades para se adaptarem aos novos tempos.

A partir de 2012, a Ultra Limited passou a
substituir a Electra Glide® Ultra Classic® no Brasil
Em 1965, o visual da Electra Glide® ganhou destaque no mercado, com saias elegantes no para-lama, banco com posição pensada no conforto do piloto, para-brisa e alforjes de fibra de vidro, que podiam ser colocados como opcionais individuais ou como parte do pacote chamado King of the Highway. O modelo oferecia diversas opções para atender às necessidades dos motociclistas, incluindo sistema de silenciadores duplos, além de uma combinação de marcha de mão/embreagem de pé.

Implementado em 2013, o projeto Rushmore foi
uma revolução completa para a família Touring
Décadas de 1970 e 1980: A introdução do motor Shovelhead, em 1966, garantiu 10% a mais de potência. Três anos depois, a carenagem montada nos garfos – que ficou conhecida como “BatWing” – foi oferecida como opcional e, algum tempo depois, tornou-se mundialmente conhecida e virou sinônimo da H-D®.

O modelo evoluiu ainda mais durante as décadas de 1970 e 1980, ganhando freios a disco dianteiro e traseiro hidráulicos, transmissão final por correia e painel com sistema de som montado na carenagem – Electra Glide® Classic de 1986.

1988: O surgimento da FLHS Electra Glide® Sport
Foi neste ano que aconteceu uma das mudanças mais marcantes, com o lançamento da FLHS Electra Glide® Sport, versão mais ágil e compacta, que não incluía baú traseiro e contava com para-brisa removível. A FLHR Road King® 1994, foi inspirada no design da Electra Glide® 1965 original, e a Street Glide® de 2006, no icônico modelo Touring. Mais recentemente, em 2009, a Electra Glide® e todos os outros modelos Touring da marca receberam um quadro totalmente novo, com centro de gravidade mais baixo e maior distância entre-eixos.

No Brasil, a Ultra Limited, modelo mais completo de série na família Touring, substituiu a Electra Glide® Ultra Classic® a partir do modelo 2012, e já no ano seguinte foi contemplada com todas as inovações do Projeto RushMore se tornando em um dos modelos mais vendidos pela marca no país.

2013: Projeto RUSHMORE revoluciona família Touring da Harley-Davidson
O novo motor Twin Cam 103™ High Output Twin Cooled™ de refrigeração mista proporciona mais torque em nível intermediário, enquanto o sistema de freios Reflex™, com ABS conectado eletronicamente, fornece a quantidade certa de frenagem traseira ao usar o freio dianteiro a mais de 40 km/h.

O Projeto RUSHMORE aprimorou o conforto do motociclista e do passageiro, com assentos maiores, encosto mais alto para a garupa e carenagem estilo “BatWing”, reestilizada com um duto de equalização dianteira, que reduz a turbulência em 20%. Nos quesitos informação e entretenimento, os modelos ganharam tela touchscreen e sistema de navegação por satélite, além de software de reconhecimento de voz, que permite controlar o som e o GPS usando a fala.

Mesmo com todos os refinamentos e atualizações, a Electra Glide® permanece única e inconfundível. É uma moto que, apesar de toda a evolução, possui as características e a essência da sua ancestral de 1965, que tanto fascina os harleyros do mundo todo.

Fonte: Imprensa Harley-Davidson

O motor Evolution Engine passou a equipar os modelos Electra Glide® a partir de 1984

KantanKart: Thiago Oliveira larga da pole e vence três corridas

O chassi de Thiago oliveira ficou bem acertado no KantanKart (Foto: Luiz Pinheiro/Divulgação)
Atual vice-campeão da categoria U-13, Thiago Lopez Oliveira (Guaraná Dolly/Academia B9 Barbosa/Mega Cores/Reex/MMKT) largou da pole position e venceu as três baterias da quinta etapa do KantanKart, disputada no último final de semana (30/8) no Kartódromo Brasil Kirin Arena, em Itu (SP). Com isto, ele manteve a vice-liderança do certame de 2015.

Thiago Oliveira no pódio da categoria U-13
(Foto: Fernando Silveira/Divulgação)
“Estou feliz em ter retomado o caminho da vitória, depois de ficar sem participar de uma rodada tripla. Não tive maiores problemas nas corridas e acho que fui muito bem, fazendo a pole position na Geral, na frente dos pilotos da categoria Top, e ganhando inclusive duas provas também na classificação Geral. O kart esteve bom e pude me recuperar dos problemas de motor que tive lá na terceira etapa, já que não participei da última etapa realizada”, comemorou Thiaguinho.

Na classificação para a formação do grid de largada Thiago Oliveira foi cronometrado em 51s650, 0s372 mais rápido que Duda Naves, piloto da categoria Top. O segundo melhor da U-13 foi Enzo Sá, 1s208 mais lento que Thiaguinho. Com os pilotos da Top e U-13 largando juntos, na primeira bateria Oliveira teve uma disputa acirrada com Naves, mas apesar de ter estabelecido a volta mais rápida, preferiu garantir a vitória em sua classe em detrimento do resultado na Geral.

“Meu kart estava até melhor do que na classificação, mas não perfeito. Como o Duda (Naves) forçou a ultrapassagem, resolvi me manter ali em segundo e garantir a vitória na minha categoria”, contou o piloto apoiado por Guaraná Dolly/Academia B9 Barbosa/Mega Cores/Reex/MMKT.

Na segunda bateria Thiago Oliveira largou novamente da pole position, chegou a perder a liderança para Duda Naves, mas fez novamente a volta mais rápida, recuperou a ponta e venceu na classificação Geral. “O acerto do meu chassi ficou melhor e por isto resolvi ir buscar a vitória na Geral. Participar do Kantan é bom por isto, por causa da limitação de mecânicos e até de ajustes a gente aprende muito sobre acerto do kart e as disputas são boas”, elogiou o garoto que tem o apoio técnico da RR Racing.

Na última bateria Thiaguinho não se incomodou com a concorrência. Largou bem novamente da pole position, e apesar de ter feito a segunda volta mais rápida, foi extremamente consistente e abriu boa margem para vencer novamente na Geral. “Nesta última corrida melhoramos ainda mais o chassi, que esteve perto da perfeição. Não tive nenhum problema para vencer de ponta a ponta. Fiquei bem feliz e vou tentar participar das outras etapas, pois o campeonato é bem legal”, disse contente. A próxima rodada do KantanKart está marcada para o dia 27 de setembro, novamente em Itu.

Confira o resultado de cada bateria da categoria U-13 do kantanKart:
Corrida 1 - 1) Thiago Oliveira, 15 voltas em 13min02s264; 2) Enzo Sá, 13min08s915; 3) Felipe Baptista, 13min09s376.
Corrida 2 - 1) Thiago Oliveira, 15 voltas em 13min06s580; 2) Felipe Baptista, 13min08s866; 3) Enzo Sá, 13min42s973.
Corrida 3 - 1) Thiago Oliveira, 15 voltas em 13min07s878; 2) Felipe Baptista, 13min16s754; 3) Enzo Sá, 13min 17s111.

Classificação dos três primeiros do KantanKart na categoria U-13):
1) Felipe Baptista, 60 pontos;
2) Thiago Lopez Oliveira, 46;
3) Enzo Sá, 43.

Curta www.facebook.com.br/thiagolopezoliveira

Fonte: Master Mídia Marketing

Piloto ganhou as três baterias de sua categoria, U-13, e duas na classificação Geral. Mesmo sem ter participado de uma rodada tripla Thiaguinho mantém a vice-liderança do campeonato

Pesquisa da Volvo mostra que motorista de caminhão está cada vez mais conectado


Pesquisa recente desenvolvida a pedido do Grupo Volvo Latin America mostrou que 38% dos caminhoneiros que rodam pelas estradas brasileiras possuem smartphones. “É um índice bastante alto e indica que o motorista e o transportador estão cada vez mais adotando novas tecnologias no ambiente de trabalho”, afirma Daniel Homem de Mello, gerente de marketing da Volvo no Brasil. “Um dado curioso é que, quanto mais longo o trecho, mais conectado é o caminhoneiro. A utilização do smartphone chega a 50% para caminhoneiros que fazem distâncias mais longas”, ressalta Mello.

O levantamento revela outros dados que chamam a atenção: 62% dos ouvidos informam ter desktop (computador de mesa) em casa; 24% dizem ter tablet em casa e 4% afirmam usar tablet nas viagens de caminhão; 38% têm notebook em seu domicílio e 4% declaram que usam notebook na estrada. “Quando olhamos exclusivamente para o caminhoneiro que faz viagens de longa distância, 60% indicam ter notebook em casa”, destaca Mello, lembrando que o motorista de rotas longas é, de uma maneira geral, um profissional que apela mais para a internet.

O levantamento mostra ainda que, dos 38% de motoristas que têm smartphones, 67% usam os aparelhos para fazer ligações, 62% para acessar a internet e 55% para conversar no WhatsApp. “O smartphone do caminhoneiro é usado como uma multiplataforma: além de ferramenta de trabalho, é fundamental para mantê-lo próximo da família e amigos enquanto viaja”, diz Mello. De acordo com a pesquisa, 54% dos motoristas estão no Facebook, 33% usam o aparelho para enviar mensagens e 44% para transmitir fotos.

O estudo revelou também que 31% dos caminhoneiros, ou cerca de um terço do total de pessoas ouvidas, acessam a internet diariamente. “E isto tudo comprova que estamos no caminho certo, pois oferecemos a linha de caminhões mais conectada e mais avançada que existe no mercado”, observa o gerente.

Fonte: Newton Chagas – Assessoria de Imprensa

Daniel Homem de Mello, gerente de marketing da Volvo no Brasil

Indy em Sonoma: Kanaan termina em 4ª, ajuda a segurar Montoya e Dixon é campeãoTony Kanaan comemorando com Scott Dixon Chris Jones

Scott Dixon festejando o título. Foto: Chris Jones 
Que final! O Grande Prêmio de Sonoma -ultima etapa de 2015, foi de tirar o fôlego. Começou emocionante mesmo antes da largada com uma homenagem ao piloto Justin Wilson, morto na ultima segunda feira (24), e foi assim até a bandeirada.

Tony Kanaan comemorando com Scott Dixon 
Foto: Chris Jones 
Após largar na 11ª posição do grid, o piloto brasileiro Tony Kanaan, da Chip Ganassi, encerrou a sua participação na temporada com um honroso 4ª lugar. Controlou bem o carro, fez ótimas ultrapassagens por dentro e por fora da pista, parou no pit nos momentos certos e só não alcançou o pódio, porque na sua frente haviam corredores inspirados.

Colegas de equipe Tony Kanaan e Charlie Kimball cumprimentam
Scott Dixon.
Foto: Shawn Gritzmacher 
Entre eles, Scott Dixon, que conquistou a vitória e o titulo da Indycar 2015. O piloto neozalendês faturou o tetracampeonato graças a um desempante. Montoya, que liderava a competição desde a primeira etapa, terminou em sexto, e tanto ele quanto Dixon ficaram com 556 pontos, porém, Dixon ganhou no primeiro quesito de desempate: o número de vitórias (três contra duas do colombiano). Dixon deu a Chip Ganassi Racing Teams a 100ª vitória na Indycar.

Sobre a vitória do colega de equipe, Tony disse: “Estou muito feliz pelo Scott, e não poderia estar mais feliz em poder fazer parte da Chip Ganassi Race Teams. Nós trabalhamos muito duro para todas as corridas para ir bem e o carro estava muito bom. Uma vez que estavamos atrás Charlie e Scott, sabíamos que só precisávamos agir como bons companheiros de equipe para Dixon. Mais uma vez, estou muito feliz por Scott e pelo nosso time e também porque fomos capazes de trazer a No. 10 NTT DATA Chevrolet para casa com um top 5”.

Abaixo, a classificação da corrida e do campeonato:

Classificação da corrida
1. (9) Scott Dixon, Chevrolet, 85, Running
2. (3) Ryan Hunter-Reay, Honda, 85, Running
3. (7) Charlie Kimball, Chevrolet, 85, Running
4. (11) Tony Kanaan, Chevrolet, 85, Running
5. (17) Ryan Briscoe, Honda, 85, Running
6. (5) Juan Pablo Montoya, Chevrolet, 85, Running
7. (1) Will Power, Chevrolet, 85, Running
8. (18) Takuma Sato, Honda, 85, Running
9. (24) Rodolfo Gonzalez, Honda, 85, Running
10. (14) Mikhail Aleshin, Honda, 85, Running
11. (8) Marco Andretti, Honda, 85, Running
12. (19) Oriol Servia, Honda, 85, Running
13. (10) Sebastian Saavedra, Chevrolet, 85, Running
14. (21) Gabby Chaves, Honda, 85, Running
15. (15) Helio Castroneves, Chevrolet, 85, Running
16. (4) Simon Pagenaud, Chevrolet, 85, Running
17. (20) Stefano Coletti, Chevrolet, 85, Running
18. (6) Graham Rahal, Honda, 85, Running
19. (25) Jack Hawksworth, Honda, 85, Running
20. (16) Sebastien Bourdais, Chevrolet, 85, Running
21. (2) Josef Newgarden, Chevrolet, 84, Running
22. (12) Carlos Munoz, Honda, 84, Running
23. (23) Tristan Vautier, Honda, 82, Running
24. (13) Luca Filippi, Chevrolet, 80, Running
25. (22) James Jakes, Honda, 63, Contact

Classificação geral
Verizon IndyCar Series point standings: Dixon 556, Montoya 556, Power 493, Rahal 490, Castroneves 453, Hunter-Reay 436, Newgarden 431, Kanaan 431, Andretti 429 and Bourdais 406.

Fonte: MyTeam - Press and Marketing

Allison Transmission apresentou sua betoneira totalmente automática na Concrete Show

Caminhão desenvolvido em parceria com a MAN Latin America e a
Liebherr veículo supera expectativas dos frotistas
A Allison Transmission mostrou um caminhão MAN Constellation 26.280 6x4 equipado com uma transmissão totalmente automática da Série 3000™, dotado de uma betoneira produzida pela Liebherr Brasil, durante a 9º Edição da Concrete Show South America, realizada no Expo São Paulo.

Os visitantes puderam ver o caminhão, desenvolvido em parceria com a MAN Latin America e a Liebherr, no estande da Liebherr Brasil. Assim como a Allison, a Liebherr e a MAN são fabricantes mundiais que tem a particularidade de desenvolver soluções customizadas de acordo com as especificações do cliente.

“A parceria estabelecida entre a Allison Transmission, a MAN Latin America e a Liebherr Brasil resultou em uma betoneira que vai superar as expectativas dos frotistas”, diz Antonio Carlos Novaes, gerente de marketing da Allison Transmission para a América do Sul. “O mercado vai dispor de um veículo robusto e ágil, atributos que se convertem em maior produtividade e rentabilidade, preponderantes no resultado do negócio de nossos clientes”.

O evento, que é reconhecido como um dos mais importantes pontos de encontro da construção civil mundial, de acordo com os organizadores é o maior na América Latina e o segundo maior do mundo no segmento. Os participantes da mostra tiveram a oportunidade de conhecer uma vasta gama de soluções para o setor, desde estruturas para terraplanagem, canteiros de obras, projetos estruturais, tecnologias avançadas para a cadeia produtiva do concreto, serviços e acabamento, visando sempre a otimização da produtividade e dos custos de construção.

Como o transporte de concreto é uma atividade extremamente exigente e desgastante para os caminhões, os frotistas de concreto em todo o mundo estão optando pelas transmissões automáticas Allison como equipamento padrão para suas frotas. As betoneiras equipadas com transmissões automáticas aceleram mais rapidamente do que aquelas com transmissões manuais ou manuais-automatizadas e mantêm velocidades médias mais altas, o que se traduz em viagens mais rápidas, maior produtividade e, consequentemente, melhor rentabilidade.

Betoneiras automáticas também oferecem maior capacidade de manobra e são capazes de trafegar com facilidade por terrenos acidentados, escorregadios ou extremamente macios - ambientes comuns nos canteiros de obras. Com a Tecnologia Allison Continuous Power TechnologyTM, o trem de força do veículo transfere potência e torque para as rodas motrizes de forma suave e muito eficiente.

As betoneiras equipadas com transmissão automática também são mais fáceis de operar em espaços reduzidos e oferecem recursos confiáveis para partidas e controle, mesmo em rampas acentuadas, impedindo que o veículo ande para atrás. A eliminação do sistema de embreagem implica menor desgaste do veículo e da linha de transmissão. O resultado se evidencia em menor custo de manutenção e maior disponibilidade do veículo. Essas vantagens, em combinação com a eficiência de combustível e a facilidade de operação, explicam porque mais e mais frotistas estão preferindo betoneiras equipadas com transmissões Allison.

Sobre a Allison Transmission, Inc.
A Allison Transmission (NYSE:ALSN) é o maior fabricante mundial de transmissões automáticas para veículos comerciais médios e pesados, e líder em sistemas híbridos de propulsão para ônibus urbanos. As transmissões Allison são usadas nas mais variadas aplicações incluindo caminhões coletores de resíduos, bombeiros, construção, ônibus, motorhomes, militares e energia. Fundada em 1915, a Allison tem sede em Indianápolis, Indiana, USA, e emprega aproximadamente 2.700 pessoas no mundo. Com presença no mercado de mais de 80 países, a Allison possui escritórios regionais na Holanda, China e Brasil e fábricas nos Estados Unidos, Hungria e Índia. A Allison também tem aproximadamente 1.400 distribuidores independentes e revendedores em todo o mundo. Para maiores informações, visite www.allisontransmission.com.

Fonte: Press Consultoria

Ford: Mustang é o primeiro a receber airbag de joelho com tecnologia patenteada


A Ford registrou 23 novas patentes para criar um novo airbag de joelhos para o passageiro dianteiro. Introduzido no Mustang e, em breve, em outros modelos da marca, esse novo airbag usa um plástico moldado com design inovador, ao invés de tecido, que fica prensado na tampa do porta-luvas. A instalação do novo airbag no porta-luvas também é uma inovação. Está integrado na porta do porta-luvas, e não no painel de instrumentos, o que reduz o peso do equipamento e aumenta o espaço para o passageiro da frente.
 
Com apenas 46 centímetros de comprimento e 28 centímetros de largura, o novo airbag de joelho do Mustang pesa 65% menos que um airbag convencional, o que ajuda a economizar combustível, com o mesmo nível de proteção. Em caso de colisão, um pequeno gerador de gás dentro da tampa do porta-luvas infla a bolsa em apenas 20 milissegundos, empurrando a parte externa da tampa para proteger as pernas.

Novas possibilidades

Desde que foram introduzidos nos automóveis, há mais de 35 anos, os airbags ajudaram a salvar dezenas de milhares de vidas. Eles também são uma questão fundamental para os designers, responsáveis pela sua incorporação nos carros.

“Buscamos sempre uma nova forma de pensar sobre os airbags. Nos debruçamos na prancheta durante um ano e testamos centenas de protótipos até chegar à forma final”, diz Sean West, gerente de sistemas de proteção da Ford. “O esforço valeu a pena. Com esse projeto, conseguimos combinar as funções de duas partes distintas numa só para economizar espaço, peso e componentes. E também avançamos o painel de instrumentos para frente, dando mais espaço para o passageiro dianteiro.”

Segundo ele, o airbag embutido no porta-luvas pode ser apenas o começo de grandes inovações. “Ele abre todo um mundo novo de possibilidades para os airbags de plástico moldados por injeção”, completa.

No total, o novo Ford Mustang é equipado de série com oito airbags e foi classificado com o padrão máximo de segurança pelas autoridades norte-americanas. Disponível nas versões fastback e conversível, pela primeira vez em seus mais de 50 anos de produção o esportivo será vendido na Europa e outros mercados globais.

Fonte: Imprensa Ford

Volkswagen destaca a inovação que gera alto desempenho com baixo consumo no up! TSI em campanha publicitária


A Volkswagen do Brasil lançou neste domingo (23/8), a campanha publicitária do up! TSI, o modelo que chega para revolucionar o mercado brasileiro em desempenho, economia de combustível e excelente dirigibilidade. O conceito “Chegou o up! TSI. 1.0 quando abastece. TSI quando acelera.”, revela a combinação perfeita de alta eficiência energética do motor com desempenho e prazer ao dirigir, mostrando que o up! TSI é o mais rápido e econômico da categoria no mercado brasileiro.

A campanha integrada, que será veiculada em todo o Brasil, foi criada pela AlmapBBDO e destaca que o que parecia impossível de ser inventado, a Volkswagen conseguiu: um automóvel 1.0 que une potência absurda com muita economia. O filme “Chocolate” estreiou neste domingo (23/8). Clique aqui para assistir ao comercial.

“O Brasil é o primeiro mercado no mundo a produzir o up! TSI, que chega para revolucionar o seu segmento em termos de desempenho, economia de combustível e prazer ao dirigir. O avançado motor do modelo é resultado de um investimento de mais R$ 460 milhões até 2018 em nossa fábrica de São Carlos”, afirma o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil, David Powels.
Para o vice-presidente de Vendas e Marketing da empresa, Jorge Portugal, o up! tem uma importância estratégica para a Volkswagen. “O modelo tem conquistado cada vez mais a admiração dos consumidores, tanto no mercado brasileiro, como no mercado externo. O up! já é exportado para a Argentina e Uruguai e até o final do ano será vendido também no México. Mesmo em um período bastante difícil e desafiador de mercado, o up! está conquistando cada vez mais a preferência dos brasileiros”, disse Portugal.

Todas as características inovadoras e revolucionárias do up! TSI são destacadas no comercial “Chocolate”. Na história é possível acompanhar o dia a dia de um homem, que vai comendo chocolate e emagrecendo gradualmente. Ao longo do filme, o personagem passa por situações inesperadas devido à sua nova condição, além de desfrutar o prazer de conduzir o seu up! TSI pela cidade. A locução interrompe a cena em que o homem dirige para lembrar que ainda não inventaram um chocolate que emagreça. Imediatamente, vemos o personagem retornar à sua forma física original. O homem acelera o carro e a locução interfere outra vez, enfatizando que, apesar disso, o que parecia impossível a Volkswagen conseguiu fazer: economia e uma potência absurda, desenvolvendo o 1.0 dos sonhos dos consumidores.
Além do filme de 30 segundos para a TV aberta e fechada e versão para cinema 4D, a campanha publicitária abrange spots de rádio, anúncios de página dupla e tripla, hotsite, mídia digital e ações para redes sociais.

Sobre o up! TSI

O up! TSI traz todas as características que tornaram o up! um marco na indústria nacional em termos de segurança e inovação, agora aliadas ao novo motor 1.0 TSI Total Flex – trata-se do primeiro motor com injeção direta, turbocompressor e flexível em combustível produzido no Brasil. O novo motor, da família EA211, é um dos mais avançados da Volkswagen no mundo e o mais moderno fabricado pela empresa no País. Esse motor reforça a identidade da Volkswagen como empresa líder em inovação.

Fabricado em São Carlos, no interior de São Paulo, o motor TSI Total Flex foi desenvolvido segundo critérios de eficiência energética (com menor consumo de combustível, reduzindo as emissões) combinada a alto desempenho e robustez, para permitir ao up! TSI entregar mais prazer ao dirigir – é o mais compacto motor de alto desempenho feito no País. Em seu desenvolvimento o up! TSI rodou mais de 1,6 milhão de quilômetros e o motor foi submetido a extensos testes em dinamômetro que somaram mais de 14.600 horas.

Com o novo motor, o up! TSI obteve a excelente marca de consumo energético de 1,44 MJ/km (conforme a Portaria INMETRO nº 10/2012), com classificação “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO. Dessa forma, além de ser um dos modelos mais seguros do Brasil e o mais inovador de seu segmento, o up! TSI se consagra como o mais econômico entre todos os modelos equipados com motor flexível no País. A eficiência energética do up! TSI está acima inclusive da obtida por modelos sem ar-condicionado e direção com assistência.

Sua potência máxima é de 101 cv (74 kW) a 5.000 rpm, quando abastecido com gasolina, e de 105 cv (77 kW) à mesma rotação, com etanol. O torque máximo é de excelentes 16,8 m.kgf, com gasolina ou etanol, disponíveis já a partir de apenas 1.500 rpm. O up! TSI acelera de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e atinge a velocidade máxima de 184 km/h (etanol), em função da excelente relação massa/torque do modelo, que é de 56,6 kg/m.kgf. Com gasolina, o up! TSI sai da imobilidade e chega aos 100 km/h em 9,3 segundos e alcança a velocidade máxima de 182 km/h.

O up! TSI está disponível exclusivamente com a carroceria de quatro portas, nas versões move up!, high up!, black up!, red up!, white up! e cross up!. Todos trazem uma série de recursos eletrônicos de segurança, como M-ABS (controle de tração), alerta de frenagem de emergência e MSR (regulagem do torque do freio motor), entre outros. Foi elaborada para o up! TSI uma estratégia competitiva de preços, de forma a proporcionar aos clientes Volkswagen acesso à tecnologia mais avançada em motores da Volkswagen no mundo. Já a partir da versão move up! TSI, o modelo é equipado com ar-condicionado, direção elétrica e vidros e travas elétricos, entre outros itens muito valorizados pelos clientes Volkswagen. Somando-se o novo motor às qualidades construtivas e inovadoras do up! e essa nova estrutura de oferta, o resultado é uma excelente relação custo-benefício.

A importância da chegada desse motor é tão grande para a Volkswagen que para celebrá-la o up! recebeu uma nova versão especial e exclusiva: o speed up!, cujo nome define a capacidade do novo motor 1.0 TSI Total Flex: executar rapidamente uma tarefa, consumindo menos. Além disso, todas as versões do up! TSI são equipadas, de série, com ar-condicionado, direção elétrica, coluna de direção ajustável, sistema de som com CD-player, leitor de MP3, entradas USB e auxiliar e conexão Bluetooth, vidros dianteiros e travas elétricos e pneus “verdes” (que oferecem menor resistência ao rolamento), entre outros itens.

Fonte: Imprensa Volkswagen

Ford mostra a pegada do Focus Fastback no primeiro da série de vídeos do modelo no ritmo do Youtube


A Ford inicia uma série de vídeos no YouTube e nas mídias sociais para mostrar o Focus Fastback de um ângulo diferente: o da visão prática do modelo em uma produção criativa e funcional. O primeiro vídeo é voltado para a “pegada” esportiva do carro e como ele pode fazer parte da história das pessoas. Contado na linha das produções digitais, com autenticidade, dinamismo e requinte de superprodução, o vídeo “Amigos, amigos, Focus Fastback à parte” traz um ritmo destinado aos frequentadores das mídias sociais e pode ser visto neste link no YouTube.

Produzido pela Búfalos, uma equipe especializada em “virais” de automóveis, esse filme mostra dois amigos que têm paixão pela esportividade desde a adolescência, quando eram hábeis com skates e bikes. Anos depois, eles se reencontram e “desvendam” um grande segredo de fábrica guardado num galpão: o Focus Fastback. Não resistem e assumem a direção do carro com cenas que se desenrolam entre manobras radicais e “flashes” do modelo, que têm atraído muita atenção.

A proposta desta campanha de vídeos é levar para as mídias sociais o conteúdo do carro de uma forma real, mas com uma linguagem que pode atender diferentes audiências. A interação com o público visa passar conceitos do carro: esportividade, segurança, qualidade, tecnologia e prazer de dirigir. O filme estreia hoje nas redes sociais e a campanha do Focus Fastback continuará apresentando novidades nas próximas semanas.

Focus Fastback

O novo modelo é disponível em quatro versões de acabamento e equipamentos (SE, SE Plus, Titanium e Titanium Plus), mas sempre com conteúdo completo. Todas vêm com motor Direct Flex 2.0 de 178 cv e câmbio automático sequencial de seis velocidades. Pela engenharia apurada, é considerado um carro de gostosa dirigibilidade porque tem uma combinação de atributos, tais como direção elétrica, suspensão independente e freio a disco nas quatro rodas, rodas de liga leve de 17 polegadas e controle eletrônico de estabilidade e tração que inclui controle em curvas, assistente antiderrapagem, assistente de partida em rampa e aviso de pressão baixa dos pneus.

Além do design e desempenho, o Focus Fastback é um carro líder no segmento no conteúdo e na tecnologia. Também vem de série com faróis de neblina, acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor eletrocrômico, sensor de chuva, chave programável MyKey e sistema de conectividade SYNC com AppLink e Assistência de Emergência. Nas versões topo de linha,  oferece tecnologias inéditas no segmento de carros médios, ou seja, o assistente de frenagem autônomo - que evita colisões em baixa velocidade -, faróis bi-xenon adaptativos e sistema de estacionamento automático em vagas paralelas e perpendiculares como opcionais.

Fonte: Imprensa Ford

Nissan leva sua experiência com carros elétricos ao projeto europeu de alerta de pedestres eVADER


Na vanguarda do segmento de veículos elétricos com o lançamento do hatch LEAF, o modelo mais vendido do mundo com mais de 150 mil unidades comercializadas desde 2010, a Nissan levou sua expertise para o eVADER, projeto da Comissão Europeia que está desenvolvendo a próxima geração dos sistemas de alertas sonoros para pedestres. Em parceria com dez outros participantes do consórcio, a marca japonesa colaborou com a criação de uma tecnologia que produzirá sinais sonoros eficazes e segmentáveis ​​para alertar pedestres para a presença de um veículo elétrico (EV, ou Electric Vehicle, em inglês) nas proximidades e, ao mesmo tempo, reduzir o impacto sobre os níveis de poluição sonora.

A tecnologia de alerta de pedestres é um tema atual por conta do crescimento das vendas de carros elétricos, o que levou a discussões sobre os prós e contras do silêncio proporcionado por esse tipo de veículo. Os baixos níveis de ruído são um grande benefício, pois contribuem para a redução drástica da poluição sonora.

Como uma das principais fabricantes veículos elétricos, e desenvolvedora do sistema Approaching Vehicle Sound for Pedestrians (som de veículos se aproximando para pedestres - VSP), item de série para seus modelos elétricos (LEAF e e-NV200), a Nissan tem priorizado as pesquisas neste assunto. David Quinn, líder do projeto e-VADER na Nissan, explica que a segurança dos pedestres é de extrema importância para a marca. “É por isso que já temos um alerta instalado em nossos carros elétricos como medida preventiva. E, como líderes nesse segmento, estamos empenhados em melhorar sempre. Nosso objetivo tem sido o de encontrar um ótimo equilíbrio entre os carros serem percebidos pelas pessoas e a redução da poluição sonora”, completa.

A Nissan tem desempenhado um papel pioneiro no desenvolvimento da tecnologia dos veículos elétricos. Em 2010, com a introdução para o consumidor final do Nissan LEAF - o primeiro veículo fabricado e vendido em série -, a empresa revolucionou o segmento automotivo.

O som a ser criado não tinha que ser apenas direcionado aos pedestres, mas deveria também manter níveis reduzidos. Ruídos semelhantes aos de sirenes foram descartados logo no início por serem considerados irritantes, altos e, em alguns casos, emocionalmente perturbadores para alguns pedestres.

A versão final do sistema possui uma câmera embutida no para-brisas do Nissan LEAF, que a reconhece pedestres, ciclistas e outros que componentes do trânsito. No caso de uma pessoa se aproximar do carro, seis alto-falantes de som direcionam o feixe sonoro para alerta a pessoa da presença do veículo elétrico. O som é até cinco decibéis mais baixo que o emitido por modelo convencional movido a gasolina ou a diesel. A Nissan desenvolveu o sistema em um protótipo do LEAF, e demonstrou sua aplicação em evento para a comunidade de deficientes visuais, em Barcelona, Espanha, ​​em dezembro de 2014. A receptividade da novidade foi muito positiva.

A pesquisa e os resultados obtidos pelo projeto resultaram em um material de referência inestimável para desenvolvimentos futuros nesta área – é provável que seja utilizado para moldar a futura legislação da União Europeia sobre sons de alerta para pedestres emitidos por veículos elétricos. Se desejar conhecer o alerta do projeto, faça o download do arquivo neste link:  http://www.newsroom.nissan-europe.com/download/media/specialfile/136171_1_5.aspx

Fonte: Imprensa Nissan

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Linha F-Type 2016 chega ao Brasil com opção de tração integral e direção elétrica assistida


O F-TYPE, modelo mais esportivo da Jaguar, chega à linha 2016 com ainda mais esportividade. As grandes novidades ficam por conta da inclusão da tração integral como opção para os clientes e da adoção do sistema de direção elétrica assistida (EPAS) como item de série em todas as versões.

Com estrutura construída totalmente em alumínio, o F-TYPE oferece o máximo em esportividade e experiência ao volante. O modelo é fiel ao DNA da Jaguar, marca que, dentro e fora das pistas, permanece como ícone de esportividade, design e desempenho há exatos 80 anos.

A introdução do novo sistema de direção elétrica (EPAS) e a adoção do sistema de vetorização de torque (TVBB) em toda a linha proporciona mais estabilidade ao veículo.

Três opções de motorização

A linha F-TYPE chega ao mercado com três diferentes opções de motores: duas V6 de 340 e 380 cv respectivamente e uma V8 com impressionantes 550 cv de potência. Todas equipadas com um sistema de transmissão XF de oito velocidades.

A versão V6 Supercharged de 340 cv está disponível na linha F-TYPE Coupé e é capaz de levar o modelo da imobilidade aos 100 km/h em 5,3 segundos, com velocidade máxima limitada a 260 km/h.

Já a opção de motor V6 de 380 cv equipa as versões coupé e conversível “S”, ambas com tração traseira. O propulsor desenvolve 460 Nm de torque e pode levar ambos os modelos aos 275 km/h.

A versão topo de linha, F-TYPE Coupé R, é equipada com motor V8 Supercharged de 550 cv de potência e tração integral, que desenvolve impressionantes 680 Nm de torque e permite o modelo sair da imobilidade para os 100km/h em apenas 4,1 segundos, com uma velocidade máxima de 300 km/h.

Sistema de Direção Elétrica Assistida
Toda a linha Jaguar F-TYPE 2016 conta com o novo sistema de Direção Elétrica Assistida (EPAS), que substitui o sistema hidráulico e oferece uma série de melhorias.

A tecnologia é dotada de sensores que são utilizados na medição da força de direção aplicada pelo motorista, ângulo do volante e velocidade que ele está sendo acionado. Essas informações são enviadas a um software que determina a quantidade ideal de assistência de direção, que será fornecida de acordo com as circunstâncias de condução.

Um sistema de direção hidráulico convencional consome parte da energia gerada pelo motor para alimentar uma bomba que permitem os comandos de direção. Para manter seu funcionamento, o sistema utiliza até 5PS de força do motor que poderia ser enviado às rodas.

Tração integral (AWD) 

A versão F-TYPE Coupé R, topo de linha do modelo, oferece aos clientes a máxima experiência esportiva ao volante. Equipado com sistema de tração integral (AWD), o modelo oferece melhor performance em curvas, mais controle do motorista e permite a máxima utilização do motor com o melhor proveito da performance em qualquer condição.

A versão Coupé R também conta com o Sistema de Vetorização de Torque, que garante total estabilidade.

Em situações de baixa aderência ou quando se trafega em alta velocidade por curvas, é comum que o veículo entre em situação de subesterço, que o impede de traçar a sua rota normal. O Sistema de Vetorização de Torque pode identificar automaticamente uma situação como essa e aplicar uma determinada força de frenagem para as rodas mais adequadas, proporcionando um maior torque às demais rodas, o que proporciona mais segurança e estabilidade ao motorista.

Além do Sistema de Vetorização de Torque, a versão Coupé R de 550 cv conta ainda com Diferencial Ativo, que oferece ainda mais agilidade, otimiza a tração e ajuda a garantir estabilidade total.

A versão também traz o novo sistema Inteligent Driveline Dynamics, software interligado a um sensor que foi colocado na suspensão do veículo e age em conjunto com o sistema AWD. Ele é capaz de antever uma possível situação de substerço e sobresterço e fazer o carro agir da melhor forma possível.

Além de uma performance ainda melhor na pista, o sistema AWD proporciona uma dirigibilidade mais segura durante uma situação de chuva ou neve.

Para receber o sistema de tração integral, o F-TYPE Coupé R recebeu pequenas mudanças em seu design.

O capô que guarda o motor V8 de 550 cv ficou um pouco mais elevado em relação às demais versões e teve as duas entradas de ar remodeladas. O visual agressivo também é garantido pelas rodas de aro 22 escurecidas, que envolvem um sistema de freios de última geração.

Jaguar Carbon Ceramic 

Para total segurança e controle do motorista, a Jaguar oferece como item de série na versão Coupé R o sistema de freios Carbon Ceramic. Produzidos em silício e cerâmica de carboneto aquecidos a 1.700 C°, os discos de freios são cerca de 60% mais leves do que os tradicionais feitos em aço.

Testado em situações extremas, como nos autódromos europeus de Nürburgring, Fiorano e Rockingham, os freios Carbon Ceramic foram concebidos para o máximo em desempenho.

Mais opções de acabamento
A linha F-TYPE 2016 conta com novas opções de acabamento, que ressaltam ainda mais seu aspecto esportivo. As rodas de aro 20 estão disponíveis como itens de série e com design que varia de acordo com a versão.

A versão Coupé conta com opção de teto em fibra de carbono, 20% mais leve do que o teto em alumínio.

Com atenção aos mínimos detalhes, além das versões já disponíveis no mercado, o interior do F-TYPE 2016 traz nova opção de acabamento em couro vermelho com costura dupla para o revestimento dos bancos em concha, painel e portas, garantindo o máximo de esportividade.

Por fora, o modelo traz cinco opções de cores de carroceria: Vermelho Caldera, Cinza Storm, Cinza Ammonite, Black Berry e Glacier White.

Confira abaixo as versões e os preços da linha F-TYPE 2016:
F-TYPE Coupé – 3.0 V6 340 cv R$ 427.000,00
F-TYPE S Coupé – 3.0 V6 380 cv R$ 498.400,00
F-TYPE S Conversível – 3.0 V6 380 cv R$ 509.000,00
F-TYPE R Coupé 5.0 V8 550 cv AWD R$ 687.700,00

Para mais informações, acesse www.media.jaguar.com

Sobre a Jaguar Land Rover
A Jaguar Land Rover é a maior fabricante de automóveis do Reino Unido. A empresa possui duas marcas ícones da indústria automotiva britânica: Jaguar, um dos principais fabricantes de carros esportivos de luxo, e Land Rover, líder mundial de veículos utilitários premium. Controlada pelo grupo indiano Tata Motors, a empresa conta com mais de 30 mil colaboradores em todo o mundo e comercializa seus produtos em mais de 170 países. Possui hoje cinco unidades fabris, sendo quatro no Reino Unido e uma na China, bem como uma unidade de montagem local na Índia. Presente há mais de 20 anos no Brasil, a Jaguar Land Rover conta com mais de 40 concessionários no país e já confirmou que vai inaugurar sua fábrica em Itatiaia/RJ no ano de 2016.

Sites: www.media.jaguar.com e www.media.landrover.com
Facebook: www.facebook.com/jaguarbrasiloficial e www.facebook.com/landroverbr
Instagram: @landroverbr e @jaguarbrasil

Fonte: Imprensa Jaguar Land Rover